Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Condenado, homem que invadiu bar no Tamoio aguardará 2º instância em liberdade

Fábio Estevam | 04/04/2020 | 18:32

Antonio Barbi Junior, o homem que, abordo de um veículo Cargo invadiu um bar no Jardim Tamoio no dia 12 de outubro do ano passado e atropelou várias pessoas da mesma família, matando uma delas, Thamyres Soares Marques Jacinto, de 29 anos, foi condenado nesta semana em 1º Instância a 13 anos e quatro meses de prisão em regime fechado por homicídio culposo na direção de veículo automotor e por quatro tentativas de homicídio culposo na direção de veículo, relacionadas ao atropelamento das outras vítimas atingidas por ele.

A decisão foi tomada pela juíza Jane Rute Nalini Anderson: “Fica o réu condenado Antônio Barbi Junior condenado a 13 anos e 4 meses de reclusão em regime inicial fechado por infração aos artigos 302 (homicídio culposo na direção de veículo) e 303 (lesão corporal culposa na direção de veículo). Este por quatro vezes)”.

Como não se trata de uma decisão final, devendo ainda haver o julgamento em 2ª instância, caso os advogados dele recorram nos próximos cinco dias, o acusado terá o direito de aguardar o processo do recurso em liberdade.

O réu havia sido libertado no dia 14 de novembro através de um habeas corpus conseguido no Tribunal de Justiça Federal, em Brasília, ele terá o direito de aguardar o processo do recurso em liberdade. “O tempo de espera do julgamento de uma instância para a outra varia de dez meses a um ano E pode ser que esse tempo, hoje, por conta de toda essa questão envolvendo o coronavírus e trabalhos limitados no judiciário, seja um pouco maior”, explicou Matilde Benedita Ferreira da Silva, advogada criminalista da família da vítima.

Rosimeire Soares, mãe da vítima fatal, dona do bar e que também foi atropelada, comemorou a decisão. “Agradeço primeiro a Deus, família, amigos vizinhos, a minha advogada e amiga, a juíza da 3° vara de Jundiaí e toda sua equipe, ao 4° promotor da Justiça, aos delegados e toda a polícia do 1° e 3° DP de Jundiaí, à Guarda Municipal, Bombeiros, médicos, enfermeiros e toda a equipe do Hospital São Vicente. Espero que esse assassino seja preso urgente porque acabou com minha família. Acredito na justiça da terra e de Deus”.

Uma das filhas vítimas, Ingrid Soares Lucena, de 17 anos, acabou tendo uma das pernas amputadas em decorrência do crime após ficar por vários dias internada no Hospital São Vicente. Ela também comemorou . “Pena nenhuma imputada a ele vai aliviar a dor que a gente sente, mas pela justiça do Brasil ser muito falha é bom ver o homem ser condenado e pagar pelo que ele fez”, falou ela, que durante esse período de recuperação ainda conseguiu se formar técnica em logística.

Ingrid, que perdeu a perna no acidente, se recuperou e foi à luta para se formar


Link original: https://www.jj.com.br/policia/condenado-homem-que-invadiu-bar-no-tamoio-aguardara-2o-instancia-em-liberdade/
Desenvolvido por CIJUN