Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Criminoso morto em confronto com PMs em Campo Limpo já havia sido preso neste ano

Fábio Estevam | 15/10/2019 | 16:29

Eric Peterson Martins Pena, de 18 anos, um dos criminosos mortos em confronto com policiais militares da Força Tática na noite de ontem (15) em Campo Limpo Paulista já havia sido preso em março deste ano, também por PMs. Na época ele estava com um menor na Vila Arens, em Jundiaí e, quando abordados, confessaram que estavam no local para praticarem roubo de motos. Inclusive, quando presos, eles levaram os policiais ao mesmo local do confronto de anteontem, na Estrada da Barroca, no Jardim Santa Maria, onde os PMs apreenderam uma moto roubada por eles.
Erica e o comparsa, à época, estavam em atitude suspeita ao lado de uma motocicleta Honda CG, na rua Barão do Cotegibe, com Rua da Várzea. Na busca pessoal foi localizado com o menor um simulacro de pistola 100. Questionados, informaram que fariam um roubo a motocicleta para pagar uma dívida e que já haviam feito outros roubos na região, sendo dois deles entre os dias 25 e 31 de dezembro de 2018.
Feita verificação na motocicleta onde houve divergência entre seu emplacamento e chassi, sendo esta de origem supostamente de leilão. Após questionamento, Eric confessou que haviam roubado uma motocicleta BMW GS 650, fato praticado no dia 30 de dezembro na avenida Fernão Dias Paes Leme, sendo que a mesma ainda estava escondida no meio do mato, na Estrada da Barroca. Os policiais então foram para o local e encontraram a moto.
Ambos foram levados para a delegacia, onde o delegado Rafael Diorio Costa apreendeu os veículos e o simulacro e os liberou (o menor foi liberado aos pais).

A morte
Na abordagem de anteontem Eric não teve a mesma sorte. Ele e mais quatro indivíduos estavam no local quando os PMs da Força Tática chegaram e foram recebidos a tiros. O soldado Barreto, que estava à frente da equipe, efetuou cinco disparos no revide e acertou um deles. Alguns metros à frente o segundo bandido atirou contra os PMs. Nesse momento o sargento Wellington revidou e atingiu o outro agressor, Mateus Duarte Damaceno Ferreira, de 17 anos.
A denúncia era de que onde eles estavam havia um esconderijo de carros roubados (mesmo local onde na ocorrência de março, Eric levou os PMs e uma moto roubada foi apreendida).
Três dos bandidos correram pela área de mata. Os policiais foram no encalço do trio, que conseguiu fugir.
Ambos os baleados foram socorridos pela ambulância municipal de Campo Limpo Paulista, porém não resistiram aos ferimentos.
Com Erica os PMs encontraram uma pistola .40, com numeração suprimida. Mateus, por sua vez, portava um revólver calibre 38, também com numeração suprimida.
Os outros três indivíduos ainda não foram localizados.
Participaram da ocorrência os PMs 2° sargento Wellington, soldado Barreto e cabo Barbosa, além do soldado Leal.


Link original: https://www.jj.com.br/policia/criminoso-morto-em-confronto-com-pms-em-campo-limpo-ja-havia-sido-preso-neste-ano/
Desenvolvido por CIJUN