Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Polícia prende criminoso que matou empresário em março deste ano em Jundiaí

Fábio Estevam | 15/07/2020 | 18:09

Policias da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí prenderam na tarde desta quarta-feira (15) o homem que matou a tiros um empresário, de 65 anos, no dia 2 de março deste ano, no pátio de sua empresa no Jardim Guanabara, em Jundiaí. Na ocasião os criminosos roubaram dinheiro e cheques depois de renderem o filho da vítima.

O criminoso tem 24 anos e, pelas primeiras informações apuradas pela reportagem, com um mandado de prisão em mãos os investigadores o prenderam no mesmo bairro onde o crime ocorreu.

Os detalhes da elucidação do caso e da prisão devem ser divulgadas pela delegacia especializada nesta quinta-feira (16).

O crime 

Já era noite do dia 2 de março quando uma dupla de assaltantes em uma moto se aproveitou que um caminhão da empresa estava entrando no pátio para acessar a área interna. O filho do dono, que é funcionário e aguardava o caminhão, foi rendido com uma pistola .40 apontada para sua cabeça. De acordo com o que ele contou à Polícia, na época, os bandidos perguntavam a todo instante: “Cadê o chefe?” e “Onde está o dinheiro?”.

Ele então disse que havia um pouco de dinheiro no escritório e os levou até lá, entregando a quantia de R$ 600. Os bandidos também pegaram um malote com cheques de terceiros, talões e canhotos. Enquanto eles ainda estavam dentro do escritório, o filho viu o pai pela janela chegando com seu carro. Nesse momento os criminosos se evadiram e, ao se depararem com o veículo do dono sendo estacionado, emparelharam e atiraram duas .

O empresário estava com uma mulher no carro, que não foi atingida. Os tiros perfuraram baço, pulmão, figado e estômago. Ele chegou a ser socorrido a um hospital particular, passou por cirurgia, mas morreu quatro dias depois do crime.


Leia mais sobre | | |
Link original: https://www.jj.com.br/policia/dig-prende-criminoso-que-matou-empresario-em-marco-deste-ano-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN