Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Diminuem denúncias de agressão policial em Jundiaí

FÁBIO ESTEVAM | 24/12/2019 | 05:00

As denúncias de violência policial contra presos em Jundiaí reduziram drasticamente desde 1º de agosto de 2016, quando começaram a serem realizadas as audiências de custódia no município. De acordo com o defensor público Fábio Jacynto Sorge, “num universo de 100 prisões, não chegam a 10 o número de presos que fazem denúncia por terem sido agredidos no ato da prisão.”

Sorge ainda explica que, dentro dessa quantidade pequena de denúncias, algumas não são verdadeiras. “Nas audiências de custódia eu sou o responsável por, digamos assim, defender o preso. Tento evitar que ele receba a prisão preventiva, conseguindo a liberdade provisória. Então antes das sessões eu converso com eles, fazendo os mesmos questionamentos que o juiz fará durante a audiência: você teve os seus direitos respeitados por quem o prendeu? Você sofreu violência policial?”, conta o defensor.

Ele explica que, independentemente da resposta, é feito exame de corpo de delito, uma vez que em alguns casos, apesar de não ter sido agredido por um policial, ele precisou ser contido por alguma razão: ou porque estava agressivo, porque tentou agredir os policiais ou tentou fugir.

“Estas são algumas das razões que levam o agente a usar de força moderada para contê-lo. Mas agressões, mesmo, têm sido cada vez menores. E uma das explicações é exatamente a implantação da audiência de custódia. Antes o preso era encaminhado direto para a cadeia. Hoje ele é obrigado a passar pela audiência de custódia, onde pode denunciar o que aconteceu e o policial pode ser punido, em caso de confirmação”, disse.

Quando existe a suspeita de que a denúncia do preso é verdadeira, algumas medidas são tomadas. “Eu mesmo aciono a corporação, através de sua corregedoria, que toma as providências”, salientou.

NÚMEROS
Em Jundiaí, de janeiro a novembro, 1630 pessoas passaram por audiência de custódia: uma média de 148 prisões por mês.

Esse número é referente apenas a prisões realizadas de segunda a sexta-feira.


Link original: https://www.jj.com.br/policia/diminuem-denuncias-de-agressao-policial-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN