Polícia

Doria afasta mais 32 policiais militares em caso de Paraisópolis

O governador de São Paulo João Doria, atendeu a pedidos de parentes das vítimas pisoteadas em Paraisópolis, na última semana, e afastou mais 32 policiais militares que atuaram na ocorrência. No total foram 38 agentes afastados. A partir de agora eles deverão atuar na parte administrativa, até que as investigações terminem. Os parentes se reuniram ontem (9), no Palácio dos Bandeirantes e decidiram apresentar uma serie de reivindicações. Para os familiares, os policiais contribuíram diretamente com as mortes ao encurralarem os frequentadores do baile funk e por isso acreditam que os agentes podem prejudicar as investigações. Os agentes fazem parte da tropa do décimo sexto Batalhão, que atua na área de Paraisópolis.

Notícias relevantes: