Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Dupla que atacava mulheres em Jundiaí e Várzea é indiciada por 11 assaltos

GERALDO DIAS NETTO | 17/10/2018 | 06:02

A Polícia Civil de Várzea Paulista indiciou por 11 assaltos dois homens acusados de atacar mulheres em vias públicas. Ambos já registram diversos antecedentes criminais, incluindo por delitos de assassinato, latrocínio (roubo seguido de morte), tentativa de homicídio, assalto e receptação. De acordo com o delegado Marcel Fehr, a dupla agia apenas contra vítimas do sexo feminino, roubando aparelhos celulares. Utilizava uma motocicleta e um revólver calibre 22 para realizar a abordagem, escolhendo mulheres que caminhavam sozinhas ou paradas em pontos de ônibus.

João Vitor de Lima Ramos, de 33 anos, e Agnaldo Souza Barbosa, 37, foram presos recentemente por policiais militares do 49º Batalhão, que encontraram com eles uma arma de fogo e 12 aparelhos celulares (veja mais nesta página). Segundo Fehr, as investigações revelaram que a dupla também agia em Jundiaí, no bairro do Ivoturucaia. Com a apreensão dos 12 celulares, explicou, um levantamento de todos os boletins de ocorrência recentes de roubo de aparelhos foi feito pelo setor de inteligência da delegacia de Várzea Paulista, que contatou inúmeras vítimas para fazer o reconhecimento dos acusados.

O delegado contou que, pelo menos, 11 mulheres identificaram os detidos por foto, sendo que algumas delas não conseguiram recuperar seus aparelhos, uma vez que estes não estavam no montante apreendido durante a ação da Polícia Militar. Marcel Fehr explicou que todos os telefones apreendidos foram analisados para identificar seus proprietários, e que, em alguns deles, não foi possível encontrar o “imei” (sequência de números e caracteres única, como uma “impressão digital” para os celulares), precisando os policiais ligar para contatos das agendas e indagar se sabiam sobre alguém que havia tido o aparelho celular roubado. Ele também informou que, de todos os boletins de ocorrência de roubo de celular levantados, alguns não constavam o “imei”, justamente pelo fato de as vítimas, no momento da queixa na delegacia, desconhecerem tal número existente no aparelho.

Dupla
O delegado de Várzea Paulista explicou ainda que, dos reconhecimentos, serão instaurados 11 inquéritos policiais, com cada um detalhando a dinâmica do assalto específico e o modo como os indícios foram obtidos pelo setor de inteligência. Terminados, os documentos policiais serão encaminhados para apreciação do Ministério Público e Poder Judiciário.  Fehr também comentou que pretende requerer, em cada inquérito, a prisão temporária da dupla, reforçando sua custódia atrás das grades.

Ele informou que nenhum deles foi liberado em audiência de custódia, e que toda a investigações teve suporte logístico da Delegacia Seccional de Jundiaí, chefiada pelo delegado Luís Carlos Branco Junior e responsável pela administração de todas as unidades da Polícia Civil da Região.  Em caso de reconhecimento fotográfico de outras vítimas, o titular de Várzea Paulista pede que a delegacia seja comunicada. A unidade está localizada no número 417 da rua José Rabelo Portela, no Jardim Maria de Fátima, e seu telefone é o (11) 4606-1431.

Números

Dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP) indicam queda de 15% no número de assaltos cometidos em Várzea Paulista de janeiro a agosto deste ano, na comparação com o mesmo período de 2017, que passaram de 279 para 237 boletins de ocorrência. Em Jundiaí, a redução é ainda maior, chegando a mais de 38%, com 715 casos anotados pela polícia no período deste ano, contra 1.162 no de 2017. Conforme explica o delegado seccional, uma atuação integrada de toda a Polícia Civil da Região resulta na queda dos índices criminais, trazendo a tão desejada sensação de segurança à população.

dupla


Link original: https://www.jj.com.br/policia/dupla-que-atacava-mulheres-em-jundiai-e-varzea-e-indiciada-por-11-assaltos/
Desenvolvido por CIJUN