Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Ladrões vestidos de falsos policiais tentam assaltar casa de vereador e um bandido acaba morto

GERALDO DIAS NETTO | 04/07/2018 | 19:26

Criminosos armados utilizando roupas de policiais civis tentaram assaltar a casa de um vereador de Campo Limpo Paulista, no bairro do Moinho, durante a manhã de quarta-feira (4). Um deles morreu em confronto com a PM e três conseguiram fugir sem ser identificados. A ligação de um morador ao 190 evitou que o grupo concretizasse o roubo. Antes de ser rendido, ele telefonou para a Polícia Militar, que foi ao local e encontrou os quatro assaltantes ainda dentro da residência. De acordo com a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí, que apura o caso, os invasores fugiram pelo telhado e um deles atirou contra a PM. Houve revide e ele foi atingido mortalmente, sendo identificado como Rodrigo Cordeiro dos Santos, de 25 anos, morador no conjunto habitacional Inácio Monteiro, em São Paulo. Outros três conseguiram fugir roubando um Corsa nas imediações. De acordo com o proprietário do veículo, um comerciante de 52 anos, os criminosos o renderam logo após ele parar em frente a um supermercado e fugiram, em alta velocidade, em direção ao Jardim Lúcia.

CLIQUE AQUI E VEJA OUTRAS NOTÍCIAS NO PLANTÃO POLICIAL

NÚMERO DE ESTUPROS CRESCE 180% DE 2017 PARA 2018 EM JUNDIAÍ

PRISÃO DE MÚSICO AUMENTOU DENÚNCIAS DE ESTUPRO EM JUNDIAÍ, DIZ DELEGADA

FALSOS POLICIAIS
O grupo chegou à residência do vereador por volta das 9h e rendeu a filha do parlamentar que saía com seu carro da garagem após abrir o portão eletrônico. Segundo ela, todos agiram de maneira agressiva e usavam camisetas de cor preta, com inscrição da Polícia Civil, além de apresentarem distintivos. Eles ainda estavam com uma prancheta com a foto de seu pai e afirmaram possuir um mandado de busca e apreensão para o imóvel, já que ali haveria armas de fogo. A moradora informou que, logo após descer do carro, foi levada para dentro do imóvel, onde estavam sua mãe e a empregada, que também foram rendidas. Todas foram levadas para um dos quartos e tiveram as mãos amarradas, momento em que os falsos policiais exigiram objetos de valor. Residente no mesmo terreno, o filho do vereador notou a ação criminosa, percebendo que não se tratava da Polícia Civil. Soube que também seria rendido, mas conseguiu ligar antes para seu pai e para a Polícia Militar. Ao ser colocado no quarto com os familiares, a PM já estava a caminho.

ARMAS
Após a fuga dos bandidos e confronto com o que resistiu, foi encontrado com o assaltante morto um revólver calibre 38, da marca Rossi. Outra arma do mesmo calibre foi achada em uma área de mata por onde o trio fugiu depois de subir em telhados, bem como uma camiseta com as inscrições “investigador” (parte da frente) e “Polícia Civil” (parte de trás). Na residência do vereador, foram apreendidas ainda a prancheta usada pelo bando e uma réplica de espingarda calibre 12. Todo o material foi apreendido por policiais da DIG (Gigio e Teixeira), explicou o investigador-chefe Almir de Oliveira, da equipe do delegado Luís Carlos Duarte. Em conjunto com a Polícia Civil de Campo Limpo Paulista, a DIG trabalha agora para identificar os três assaltantes que conseguiram fugir. A unidade, considerada especializada, que saber se os comparsas também são de São Paulo ou se residem na Região de Jundiaí, conhecendo o vereador e a rotina de sua família.

Assalto a casa de vereador em Campo Limpo Paulista - rua


Link original: https://www.jj.com.br/policia/falsos-policiais-tentam-assaltar-casa-de-vereador-e-um-bandido-acaba-morto/
Desenvolvido por CIJUN