Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Força Tática captura “Fininho”, procurado por assalto em Várzea Paulista

GERALDO DIAS NETTO | 03/10/2018 | 21:45

Policiais militares da Força Tática do 49º Batalhão capturaram em Jundiaí, no Jardim São Camilo, um procurado da Justiça, autor de assalto dentro de um bar em Várzea Paulista, no Jardim Bertioga, no dia 27 de janeiro deste ano. Anderson Renato Cruz Monteiro, o “Fininho”, usou um revólver no crime e utilizou o armamento para obrigar diversos clientes que ali estavam a deitarem no chão. Uma submetralhadora também chegou a ser utilizada por comparsas, que continuam sendo investigados.

Na noite desta quarta-feira (3), ele foi localizado na rua Ângelo Riveli e tentou correr ao perceber a aproximação da equipe (sargento Wellington, cabo Gimenes), que o deteve pouco tempo depois. Segundo a PM, “Fininho” tentou enganar os militares, dando nome falso, mas decidiu revelar quem realmente era ao perceber que não iria embora facilmente. Dono de uma basta ficha criminal, ele também já respondeu por assassinato, além do assalto pelo qual estava sendo procurado.

Crime
De acordo com o delegado Marcel Fehr, chefe da Polícia Civil de Várzea Paulista responsável pelo mandado de prisão decretado contra “Fininho”, muitas pessoas tiveram dinheiro e outros pertences roubados, mas poucas foram até a delegacia para registrar a ocorrência. Ele, que também teria sido expulso de uma facção criminosa, informou que, em razão da disputa de bilhar que ocorria, alguns jogadores conhecidos no estado de São Paulo estavam no comércio no momento da invasão dos criminosos, que foi toda registrada por uma câmera de segurança.

Fehr explicou que diversas diligências foram feitas para prender Monteiro. No entanto, parentes do criminoso comentaram que, desde o assalto, ele não foi mais visto, uma vez que sabia que seria identificado e preso quando descobriu que as imagens do crime haviam sido compartilhadas pelo aplicativo Whatsapp.  Preso em 2012 também por assalto, deste vez apurado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí, de onde Marcel Fehr era titular, o acusado chegou a integrar uma facção criminosa que age dentre o fora dos presídios de todo o país.

Não permaneceu na organização devido ao suposto abuso no uso drogas e começou a assaltar “por conta própria”, explicou o delegado. Residente no Morada das Vinhas, em Jundiaí, praticou o assalto no comércio de Várzea Paulista com outros quatro comparsas, cuja identidade segue sendo investigada por policiais da equipe de Fehr.

T_WhatsApp Image 2018-10-03 at 21.45.55


Link original: https://www.jj.com.br/policia/forca-tatica-captura-fininho-procurado-por-assalto-em-varzea-paulista/
Desenvolvido por CIJUN