Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Funcionário de empresa de elevadores é preso com comparsas por furto de carga

Fábio Estevam | 03/06/2020 | 18:32

Um homem que presta serviço para uma empresa de elevadores, de Jundiaí, foi preso em flagrante por guardas municipais da Operações com Cães, do Canil da Guarda, junto com dois comparsas, na tarde desta quarta-feira (3), enquanto desviavam uma carga de ferragens. O funcionário terceirizado já vinha sendo monitorado pelos diretores, que desconfiavam que ele vinha praticando o crime há algum tempo. As prisões ocorreram no bairro Malota, pouco depois de ele deixar a empresa com a ordem de serviço para levar a carga para uma firma de descarte, em Campinas.

A empresa havia retirado material do elevador de um condomínio em Jundiaí, para serem substituídas por peças novas. Essas ferragens retiradas deveriam ser levadas para uma firma de descartes, em Campinas, onde eles as destroem para serem recicladas e vendidas. Parte do valor da venda desse material era destinado à empresa de elevadores.

Na tarde desta quarta-feira o funcionário terceirizado foi requisitado pela empresa para levar esse material até a essa firma, em Campinas. A carga estava sendo monitorada e a chefia da empresa percebeu que ele havia parado com o caminhão em uma rua da Malota, não muito distante de onde ele havia retirado a carga.

A GM foi acionada e, com os guardas Monique, Calixto e Júlio Cesar, foi até o local apontado e fez a abordagem ao funcionário, que com outros dois homens, faziam o transbordo da carga para outro caminhão. Ele informou que não havia nada de errado e que a carga era somente sucata. Como os guardas já sabiam do crime em curso, questionaram se os donos da empresa sabiam o que ele estava fazendo. Foi quando ele informou que não.

Todos foram levados para o 5º DP, no bairro Eloy Chaves, para onde também foram dois representantes da empresa. Os homens presos com o funcionário explicaram que são de Itapecerica da Serra e que haviam sido contratados apenas para vir buscar o material. O crime foi registrado como furto qualificado com prisão em flagrante para todos eles, não sendo possível o pagamento de fiança. Sendo assim, foram levados para o Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista, onde vão aguardar decisão do juiz, amanhã cedo, para saber se serão soltos ou levados para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Jundiaí.

Parte da carga já estava no caminhão dos criminosos, que a levaria para Itapecerica da Serra


Link original: https://www.jj.com.br/policia/funcionario-de-empresa-de-elevadores-e-preso-com-comparsas-por-furto-de-carga/
Desenvolvido por CIJUN