Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Garçom confessa que provocou morte de filha por espancamento

| 11/06/2014 | 00:05

O garçom William Jonathan de Oliveira, 24 anos, confessou à polícia que provocou a morte, por espancamento, da filha de um ano e dez meses, Nicolly Karoline Penteado de Oliveira, na casa da família, na avenida Pacaembu, em Várzea Paulista, no dia 28 de maio deste ano. No dia dos fatos, um boletim de ocorrência de “morte suspeita” foi registrado com base em informações dadas pelo próprio garçom de que a criança havia caído na escada enquanto brincava.

Apenas os dois estavam no imóvel no momento do suposto acidente. Mãe da menina, Andressa Caroline Penteado, operadora de caixa de 19 anos, desconhecia a verdadeira causa da morte e foi informada somente nesta terça-feira (10) do ato do companheiro, durante depoimento dele na delegacia da cidade. Ambos conversaram com a reportagem do Jornal de Jundiaí Regional.

Delegado responsável pelo caso, Osmany Pinheiro Machado Júnior realizou, nesta terça-feira (10), a reconstituição do crime, analisando, junto com peritos do Instituto de Criminalística (IC) e investigadores de Várzea Paulista, a dinâmica dos acontecimentos que levaram à morte de Nicolly.

De perto, a autoridade policial assistiu à simulação dos fatos cometidos pelo garçom, que alegou como motivo ter ficado nervoso em razão de a filha chamar insistentemente a mãe.


Link original: https://www.jj.com.br/policia/garcom-confessa-que-provocou-morte-de-filha-por-espancamento/
Desenvolvido por CIJUN