Polícia

GM estoura grande ponto de receptação de produtos furtados e roubados

T_MATWERIAIS
Crédito: Reprodução/Internet
Guardas municipais do Apoio Tático estouraram na tarde de hoje (27), no Jardim São Camilo, um local que pode ser o principal ponto de receptação de objetos furtados e roubados em toda a região leste de Jundiaí, sobretudo nos bairros que compreendem a Ponte São João e Vila Rio Branco. Mais de 100 itens, entre rodas de carro, fios, bicicletas e, principalmente, equipamentos usados em construção civil, como furadeiras, lixadeiras, escadas e até máquina de solda. Também havia televisores e celulares. Foram necessárias cinco viaturas da Guarda para conseguir transportar todos os objetos, além de uma saveiro, também pertencente à corporação. O local fica próximo à "cracolândia". Os GMs Ederson, Marassato, Furlan e Juliana estavam no local averiguando um carro abandonado, que estava sendo depenado por usuários de droga. O veículo já estava sem as rodas quando os guardas chegaram e os criminosos já haviam fugido. O carro era produto de furto. Enquanto atendiam a essa ocorrência, a central da GM recebeu ligação denunciando o suposto ponto de receptação, um bar, onde os usuários de crack que furtam e toda e região, fariam suas vendas para então poder comprar a droga em um ponto de venda, que também fica bem próximo. Os guardas chegaram no bar e encontraram de imediato uma máquina caça-níquel, que também levará o proprietário a responder por jogo de azar. No bar também havia alguns itens, que o proprietário do bar confessou serem dele. Os guardas pediram então para entrar nos fundos do estabelecimento, onde encontraram grande quantidade de produtos. Na parte de cima do estabelecimento havia uma construção em andamento, com dois quartos, que estavam com as portas fechadas. O proprietário do local tinha as chaves e permitiu a entrada. Foi aí que os guardas foram surpreendidos com a quantidade de itens suspeitos. “Ele disse que o que tinha no bar era dele. Mas que estava na construção, não. Falou que era pertencente aos usuários de drogas”, disse o GM Ederson. “O estranho é que ele tinha no molho de chaves do bar, as chaves desses dois quartos onde estavam os itens”, comentou. Para carregar tudo o que foi apreendido foi pedido apoio a outras viaturas do Canil, Apoio Tático e patrulhas, além da Saveiro.Agora a Polícia Civil do 3º DP para investigar sobre o caso. Os guardas também encontraram grande quantidade de cigarros contrabandeados e precisaram ir até a Polícia Federal, em Campinas, para registrar a ocorrência.  

Notícias relevantes: