Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

GM liberta mulher ferida de cárcere privado, que pediu socorro por WhatsApp em Jundiaí

Fábio Estevam | 03/07/2020 | 15:38

Guardas municipais de Jundiaí libertaram nesta manhã uma mulher que estava sendo mantida em cárcere privado pelo marido, no Jardim São Camilo, durante uma sessão de agressões. Com medida protetiva contra ele e acompanhada pela Patrulha Guardiã Maria da Penha, ela aproveitou um pequeno intervalo das agressões para pedir socorro por meio de mensagem enviada à GMf Mello, integrante da Patrulha, que imediatamente providenciou o salvamento junto ao inspetor Cássio.

Várias viaturas foram para o local e os GMs do Plantão Operacional Alfa e Patrulha Maria da Penha foram recebidos pelo criminoso. Na sequencia a vítima apareceu, bastante ferida no rosto e apavorada.

Ela precisou ser levada às pressas para o Pronto Socorro do Hospital São Vicente, pelos guardas da Patrulha, Mello e Pontes, onde foi atendida por vários especialistas. Exames mostraram quatro fraturas no rosto. Ela precisará passar por um tratamento clínico no maxilar, atingido por vários socos.

O autor recebeu voz de prisão por descumprimento de medida protetiva de urgência e lesão corporal e, após ser levado para Delegacia de Defesa da Mulher, foi encaminhado ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista. O crime de cárcere privado ainda está investigado.

 


Link original: https://www.jj.com.br/policia/gm-liberta-mulher-ferida-de-carcere-privado-que-pediu-socorro-por-whatsapp-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN