Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Homem é acusado de abuso sexual

GERALDO DIAS NETO | 23/04/2018 | 20:57

Uma operadora de caixa de 32 anos procurou a Polícia Civil de Jundiaí para registrar um boletim de ocorrência contra um homem de 37 anos por beijar sua filha adolescente, que tinha ficado em casa para esperar um montador de móveis.

Segundo a mulher, a descoberta ocorreu após a própria mulher do acusado procurá-la e contar que o que “ela temia aconteceu”. Disse que tal pessoa contou que desconfiava estar sendo traída e, por isso, colocou um “rastreador” no celular do marido”.

Pelo dispositivo, conseguiu vê-lo beijando a menor, de 14 anos, e decidiu contar para a declarante, que é mãe da adolescente. A operadora de caixa não deu mais detalhes, contando apenas que, após o montador de móveis desmarcar o serviço, chamou o acusado para fazer o trabalho, indicando que já o conhecia anteriormente.

Disse também que a filha ficou sozinha em casa, pois a declarante teve de ir trabalhar. Após conversar com a menor sobre o ocorrido, decidiu procurar a Polícia Civil, que registrou o caso como “estupro consumado”. Depois de elaborado, o boletim foi encaminhado para ser apurado pela Delegacia de Defesa da Mulher, coordenada pela delegada Maria Beatriz Curio de Carvalho.

Estupro
O delito de abuso sexual é previsto pelo artigo 213 do Código Penal. De acordo com a norma, o crime se consuma com o ato de “constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir com que com ele se pratique outro ato libidinoso”. Já a pena pode chegar a 10 anos de reclusão, a 12, caso a vítima tenha entre 14 e 18 anos ou a 30 anos se a conduta resulta em morte.


Link original: https://www.jj.com.br/policia/homem-e-acusado-de-abuso-sexual/
Desenvolvido por CIJUN