Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Homem invade condomínio, arromba apartamento e agride esposa em Jundiaí

Fábio Estevam | 20/03/2020 | 16:15

Um homem de 31 anos pulou o portão de um condomínio na Vila Alvorada, em Jundiaí, invadiu o apartamento de sua esposa, de 31 anos – eles estão morando em locais separados -, arrombou as portas de um corredor e posteriormente do quarto em que ela estava escondida com a filha do casal, de 1 ano e 10 meses, e a agrediu com vários socos no rosto e braço. O caso aconteceu na madrugada desta quinta-feira (19) e está sendo investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM). Ele foi preso pela Guarda Municipal e teve voz de prisão em flagrante ratificada pela delegada Renata Yumi Ono, no Plantão Policial, pelos crimes de lesão corporal, ameaça, dano qualificado e violência doméstica.

Segundo ela informou a guardas municipais e também à delegada Renata, eles estão separados há dois meses e ele tem tentado reatar o casamento, o que vem sendo negado por ela. Uma das razões, inclusive, é o histórico agressivo dele. Pouco antes de invadir o apartamento, ele já havia estado no local para conversar. Houve uma discussão e ele arremessou o celular dela na parede. Depois, jogou o aparelho no televisor, que ficou danificado, e saiu furioso por ela não ter aceitado reatar.

Assim que ele saiu ela pediu aos porteiros do condomínio que bloqueasse sua entrada, caso voltasse. E ele voltou. Transtornado por não poder entrar, pulou o portão e se dirigiu ao apartamento. Os porteiros avisaram ela pelo interfone, que se se trancou em um dos quartos com a filha. Enquanto a GM era chamada ele arrombou as portas e a esmurrou com a filha assistindo a tudo. Depois deixou o apartamento e quebrou os vidros do carro dela, momento em que os guardas chegaram e o prenderam. Ele alegou que a agrediu porque, segundo ele, ela estava se relacionando com outro homem. Depois, para a delegada, mudou a versão e negou as agressões. Renata, contudo, notou hematomas no rosto da vítima e relatou no boletim de ocorrência.

A vítima, que teria o prazo de seis meses pra decidir se iria processá-lo criminalmente, preferiu dar início aos tramites ainda na delegacia. Além disso, requereu medidas protetivas de urgência com base na lei Maria da Penha.


Link original: https://www.jj.com.br/policia/homem-invade-condominio-arromba-apartamento-e-agride-esposa-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN