Polícia

Homem mata a ex-namorada e é preso momentos antes de tentar se enforcar


viatura 2
Crédito: Reprodução/Internet
Um homem de 36 anos foi preso no final da noite deste domingo (19), no bairro dos Leite, em Itatiba, depois de matar a ex-namorada, de 45 anos, e pouco antes de tentar se enforcar. A vítima, Margarete Correia Nunes, foi encontrada sobre a cama dele. A prisão só foi possível graças a ação rápida do delegado Rafael Diorio Costa e de um investigador de polícia que entenderam a necessidade de agilidade após familiares procurarem a delegacia e comunicarem o desaparecimento dela. Eles disseram que, até então, o suspeito havia comentado que tinha feito uma besteira. A vítima saiu de sua casa durante o dia, de bicicleta, para ir até a casa do ex-namorado em busca de uma quantia em dinheiro pertencente a ela. Como ela estava demorando a retornar e seus familiares não conseguiram fazer contato por telefone, decidiram ir até a casa dele, onde notaram que algo estava estranho em suas explicações, principalmente quando disse que havia feito besteira, mas que ela tinha culpa. A família foi imediatamente até a delegacia comunicar o desaparecimento. O delegado e o investigador foram até o local e tiveram contato com o primo do criminoso, que autorizou a entrada por um terreno onde tiveram acesso à casa dele. Já passava das 22 horas quando chegaram ao local e conseguiram avistar um homem saindo do matagal e, ao suspeitarem que seria o suspeito, o abordaram. Imediatamente ele confessou que havia matado a ex-namorada utilizando o travesseiro para asfixiá-la. A perícia irá apontar se isto foi a causa da morte. O autor do crime levou os policiais até seu quarto, onde ela estava sobre a cama e com sangue no nariz. Ele recebeu voz de prisão em flagrante. No mesmo quarto foi encontrada uma corda pendurada no forro, e ele alegou que usaria para se matar. Já na delegacia ele foi preso por homicídio qualificado, feminicídio, ocultação de cadáver e violência doméstica. O autor foi encaminhado ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista e ficou à disposição da Justiça.

Notícias relevantes: