Polícia

Homem que deixou a família é encontrado morto


T_MORTO_CLUBE
Crédito: Reprodução/Internet
Um zelador do Clube Nacional, na Vila Arens, em Jundiaí, encontrou o corpo de um homem em meio a muito lixo, num espaço dentro do clube, na manhã de ontem (20). Rapidamente os investigadores do 4º DP identificaram o corpo e também a família do rapaz, que tinha 28 anos, e estava vivendo nas ruas. Assim que notou o corpo o zelador acionou a Polícia Militar. O homem tinha no bolso documentos pessoais, que o identificaram como sendo M.L.F.. A Polícia Civil foi chamada e, sob o comando do delegado Paulo Sérgio Martins, os investigadores Anderson, Ezequiel, Rafael e Júlio (investigador chefe) passaram s pesquisar para saber se ele era de Jundiaí, ou seria mais um dos muitos que vieram de fora e vivem pelas ruas da cidade. Os policiais então descobriram a família dele no Jardim São Camilo. Os familiares identificaram Marcelo e contaram aos policiais que ele havia abandonado sua casa e família, pois teria se entregado ao alcoolismo. Desde então passou a morar na rua e a viver de mendicância. “Não sabemos ainda a causa da morte, o que somente deve acontecer dentro de aproximadamente 30 dias, quando sairá o laudo do IML (Instituto Médico Legal)”, disse o investigador Júlio. “Mas acreditamos que ele não tenha sido morto. Não havia, aparentemente, marcas de tiro, perfurações ou outros indícios de crime. A morte pode ter sido causada por problemas de saúde mesmo. Mas somente o laudo é que vai nos dizer”, falou Júlio. Após o reconhecimento, o corpo foi liberado á família, que providenciou todos os trâmites para velório e enterro de Marcelo.

Notícias relevantes: