Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Inquilino é atropelado e tem fraturas expostas por dever o aluguel em Jundiaí

Fábio Estevam | 21/06/2020 | 23:57

Um homem de 33 anos foi preso na tarde deste domingo (21), por tentativa de homicídio e lesão corporal, depois de atropelar propositalmente seu inquilino, de 39 anos, porque ele estava lhe devendo cinco meses de aluguel e ainda estaria lhe acusando de furtar uma geladeira e um televisor. O caso aconteceu no Jardim Novo Horizonte, em Jundiaí. A prisão em flagrante foi feita pela delegada do Plantão Policial, Renata Yumi Ono, que já representou junto à Justiça pela conversão em prisão preventiva do acusado.

Pouco antes de, segundo a polícia, tentar matar o inquilino, o acusado havia chamado a Guarda Municipal para denunciá-lo por ter danificado sua casa, antes de deixá-la sem pagar os alugueis atrasados. Na ocasião ele também reclamou para os GMs, que o inquilino estaria lhe acusando de furto. Os guardas fizeram diligencias, após informações passadas por ele, mas não encontraram o inquilino ou outros elementos que compunham sua denúncia. Sendo assim, o orientaram a registrar o Boletim de Ocorrência e procurar a Justiça.

Enquanto deixavam o local, o dono do imóvel disse em tom de ameaça que iria resolver a situação com as próprias mãos quando visse o inquilino.

Não muito tempo depois os guardas foram chamados novamente. Chegando no local, encontraram o inquilino estirado no chão, com fraturas expostas na perna e várias escoriações pelo corpo. Segundo apurou a reportagem, é possível até mesmo que ele tenha que ter a perna amputada.

Aos GMs, a vítima informou que, depois de ser interceptado pelo agressor e após uma discussão, na rua, que evoluiu para vias de fato, ele correu. Antes, porém, ainda durante a briga, o dono da casa também teria agredido sua esposa com socos, ponta-pés e um empurrão.

Quando ele correu, seu agressor, então, foi com o carro para cima dele e o atropelou. Ainda de acordo com seu depoimento, também à delegacia Renata Ono, ele foi atropelado mais de uma vez, inclusive sendo arrastado, o que resultou nos ferimentos graves. O acusado, por sua vez, admitiu o crime, mas negou que tenha atropelado a vítima mais de uma vez.

Diante da gravidade, além de prendê-lo em flagrante, a delegada representou pela conversão do flagrante em prisão preventiva, para que ele não seja libertado durante audiência de custódia nesta segunda-feira, mas continue preso durante as investigações e conclusão de inquérito.

Mais informações ao longo desta segunda-feira (22).


Link original: https://www.jj.com.br/policia/inquilino-e-atropelado-e-tem-fraturas-expostas-por-dever-o-aluguel-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN