Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Irmãos são detidos por receptação de celulares furtados

GERALDO DIAS NETTO | 30/08/2018 | 05:00

A Polícia Civil de Várzea Paulista prendeu em flagrante, na terça-feira (28), três irmãos acusados de receptação de produtos furtados da operadora de telefonia celular Claro. São equipamentos profissionais, avaliados em R$ 320 mil, explicou o delegado Marcel Fehr, responsável pelas investigações. Ao todo, 44 equipamentos foram recuperados. Eles estavam sendo anunciados pela internet e haviam sido furtados de antenas de transmissão instaladas em Ribeirão Preto e Campinas. Equipamentos de outras operadoras também foram encontrados com os acusados.

Segundo Fehr, dois dos detidos são proprietários de comércios de informática em Campo Limpo Paulista, onde as prisões foram feitas. Já o terceiro seria gerente em um dos estabelecimentos. Funcionários da empresa Claro teriam descoberto a tentativa de venda dos objetos pela internet. Comunicado o caso à Polícia Civil de Várzea Paulista, já que tais vendedores seriam da Região, uma ação foi feita para prendê-los, resultando na apreensão da grande quantidade de equipamentos.

Pablo Tomaz Cardoso Mendes, de 38 anos, já registra antecedentes criminais por estelionato e falsidade ideológica. Ele é proprietário da empresa Infotec e guardava parte dos objetos recuperados. O restante foi achado com seus irmãos, que não têm passagens pela polícia. Ontem, após a prisão em flagrante por receptação qualificada, que é inafiançável, eles foram soltos em audiência de custódia realizada pelo Poder Judiciário para responder ao processo em liberdade.

A pena para tal crime é de três a oito anos de reclusão, além do pagamento de multa.  Segundo Marcel Fehr, que contou com auxílio do delegado-assistente Victor Oliveira Paula para a realização dos trabalhos, serão apuradas agora as informações de que parte dos equipamentos encontrados foi furtada em outros estados do país.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação


Link original: https://www.jj.com.br/policia/irmaos-sao-detidos-por-receptacao-de-celulares-furtados/
Desenvolvido por CIJUN