Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Mais uma criança é vítima de agressão em Jundiaí

GERALDO DIAS NETTO | 17/10/2018 | 14:01

Um catador de material reciclável, de 54 anos, foi preso em flagrante em Jundiaí acusado de agredir a neta de cinco anos na casa da família, na Estrada Municipal do Varjão, no Jardim Novo Horizonte. Um cano foi utilizado na agressão, explicou a companheira do catador, que disse ter sido o primeiro alvo do homem, já denunciado à polícia outras vezes por violência doméstica.

Segundo contou a mulher, seu marido vive fazendo ameaças de morte e, no último dia 14, pegou uma faca para matá-la. Sua nora interveio e conseguiu que ele largasse o objeto. Apesar disso, o catador foi a outro local da residência e, desta vez, se armou com um cano, dando um golpe na própria neta, de apenas cinco anos.

A declarante afirmou que, por conta da agressão, a menina perdeu os sentidos e teve de ser levada ao Hospital Universitário, onde foi medicada com uma lesão na parte esquerda do corpo, local atingido pelo avô. O acusado foi preso por policiais militares, que o apresentaram no Plantão de Jundiaí, na avenida 9 de Julho. Ali, o homem foi autuado em flagrante por ameaça, violência doméstica e lesão corporal, e teve fiança arbitrada em R$ 2 mil, que não pagou.

Outra criança
Conforme divulgado na edição desta terça-feira (16) do Jornal de Jundiaí, outra criança, desta vez um menino de apenas um ano, foi vítima do namorado da mãe, que o agrediu a ponto de causar no garoto traumatismo craniano. A agressão ocorreu na casa do homem, em Campinas, para onde a mãe, que reside em Jundiaí, levou o filho e saiu para fazer compras no centro daquele município. Já o espancamento foi confessado pelo próprio morador, que mandou imagens para a namorada com as lesões que provocou na criança, sob o argumento que teria dito ao menino que bateria nele caso chorasse após a mãe sair.

O garoto chegou a ter convulsões por dois dias seguidos, sem ser levado ao hospital pela mãe. Apenas no terceiro dia é que ela resolveu levá-lo ao Hospital Universitário, onde a criança teve uma parada cardíaca após apresentar traumatismo craniano e precisar permanecer na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Para espanto da polícia, a mãe do garoto, mesmo aconselhada a registrar um boletim de ocorrência, garantiu que nada faria contra o namorado agressor. Apesar disso, um boletim de ocorrência de tentativa de homicídio foi registrado contra o homem, que é natural de Foz do Iguaçu, no Paraná, e reside em Campinas no Jardim Florence II. A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Jundiaí apura o caso.

Criança ficou desacordada e foi levada ao HU | Foto: Jornal de Jundiaí

Criança ficou desacordada e foi levada ao HU | Foto: Jornal de Jundiaí


Link original: https://www.jj.com.br/policia/mais-uma-crianca-e-vitima-de-agressao-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN