Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Membro da igreja evangélica é acusado de estupro em Itupeva

| 30/09/2014 | 22:55

Um professor de teatro de uma igreja evangélica tradicional de Itupeva, localizada no Portal Santa Fé, foi preso na manhã desta terça-feira (30) acusado de estuprar repetidamente uma de suas alunas, que tem 13 anos. G.B.N.S. foi encaminhado ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista, em prisão preventiva, assinada pela juíza do Fórum de Itupeva, e ficará à disposição da Justiça enquanto o processo tramita.

O caso vinha sendo investigado pelo setor de inteligência da Polícia Civil de Itupeva há 15 dias pelos policiais Spina, Junior, Odair, Rodrigues e Maycon, todos chefiados pela investigadora Carla Branco, bem como pelo delegado titular Elias Ribeiro Evangelista Junior.

O suposto abuso foi descoberto pela mãe da menina, que teria desconfiado do comportamento de filha. Em conversa familiar, ela confessou ter relações sexuais constantemente com o líder do teatro da igreja. Segundo a investigação, o professor a teria incentivado a faltar na escola para ir até a sua residência nos horários em que a esposa estava fora.

Assim que descobriu, a mãe registrou um boletim de ocorrência e a Polícia Civil passou a investigar. Foi solicitada a quebra de sigilo judicial do acusado e suas mensagens de texto reveladas. O acusado teria pedido por mensagem que a menina mostrasse suas partes íntimas em troca de uma função melhor no grupo de teatro.

Nos e-mails enviados por ele à vítima, também haviam frases de assédio e promessas que poderiam ter peso para induzí-la a manter relações sexuais com ele. A vítima foi encaminhada para exames de corpo de delito no Instituto Médico Legal de Jundiaí, onde foi comprovada a conjunção carnal. A polícia não descarta a possibilidade de outros abusos e continuará a investigar o caso.

Mais informações na edição impressa do Jornal de Jundiaí desta quarta-feira (01) ou faça uma assinatura digital.


Link original: https://www.jj.com.br/policia/membro-da-igreja-evangelica-e-acusado-de-estupro-em-itupeva/
Desenvolvido por CIJUN