Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Mulher é agredida com socos e joelhadas em Jundiaí

Fabio Estevam | 20/12/2019 | 08:22

Uma dona de casa de 37 anos foi violentamente agredida com socos e joelhadas no rosto pelo parceiro na noite de anteontem (18), na casa do casal, na Vila Alvorada, em Jundiaí.

A Polícia Militar foi chamada e encontrou a mulher toda ensanguentada. O caso foi registrado no Plantão Policial. A vítima, que chamou a polícia, estava com lesões no nariz, boca e cabeça quando recebeu os PMs. Ao verem o estado em que estava a vítima, os policiais imediatamente entraram na casa e prenderam o agressor, um ajudante geral de 31 anos, que disse que apenas se defendeu das agressões dela e que acidentalmente seu cotovelo bateu no rosto dela, causando ferimentos.

Ela foi levada ao Hospital São Vicente, onde foi constatada suspeita de fratura no nariz. Como precisaria aguardar a chegada de um especialista para a confirmação, a vítima, bastante nervosa e revoltada com as agressões que sofreu, deixou o hospital para ir logo à delegacia seguir com o registro da ocorrência e pedir medida protetiva contra o companheiro.

O delegado Edson Antônio dos Santos fez o pedido de medida protetiva à Justiça, e ainda salientou a necessidade de que a prisão em flagrante fosse convertida em prisão preventiva – uma vez que essa não foi a primeira vez que a vítima foi agredida
pelo companheiro -, que seria decidido durante audiência de custódia.

VILA ANHANGUERA
Também anteontem (18), no final da noite, uma gerente de 29 anos procurou a polícia para denunciar o ex-marido por ameaça de morte, no Vila Anhanguera, próximo à Vila Ana.

Segundo ela, eles foram casados por nove anos e, há 20 dias, estão separados. Deste então, ele tem ido à sua casa e também no seu local de trabalho e feito ameaças, como: “Se você arrumar outro homem, verá do que eu sou capaz”. Ela disse temer pela vida e foi orientada quanto ao prazo de seis meses para processá-lo.

JARDIM TAMOIO

Policiais militares do 49º Batalhão foram até o Jardim Tamoio, na tarde de ontem (19), para atender a uma ocorrência de violência doméstica, em que uma mulher saiu correndo pelas ruas chorando e pedindo socorro, porque seu marido queria
agredi-la com golpes de facão. Três viaturas estiveram local e contornaram a situação, orientando as partes sobre procedimentos judiciais.


Leia mais sobre | | |
Link original: https://www.jj.com.br/policia/mulher-e-agredida-com-socos-e-joelhadas-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN