Polícia

Mulher é vítima de 'sextorsão' para não ser divulgada assistindo a vídeos eróticos

extorsão
Crédito: Reprodução/Internet
Uma mulher de 36 anos, moradora no bairro Parque Internacional, em Campo Limpo Paulista, foi vítima de tentativa de 'sextorsão', através de seu e-mail corporativo, da empresa em que trabalha. No e-mail o golpista exigiu dinheiro em troca de não divulgar imagens em que ela, supostamente, aparece "obtendo prazer" ao assistir vídeos em um site de sexo explícito. O golpe consiste no seguinte: o criminoso envia o e-mail explicando que é hacker e que conseguiu ter acesso ao computador da vítima através de um vírus instalado quando ela acessou um determinado site de vídeos de sexo. Na explicação ele detalha as reações da vítima ao assistir aos vídeos. "Eu tenho acesso à sua câmera e microfone e gravei um vídeo em que mostra como você obtém prazer, na parte esquerda da tela, e na parte direita aparece o vídeo que você está assistindo". Após relatar que também tem acesso a todos os contatos dela de e-mails e redes sociais, o criminoso faz a ameaça: "caso queira evitar que eu dispare esses vídeos a todos os seus contatos, transfira $ 500 (dólares) americanos para a minha conta de bitcoin". E completa: "fazer uma denúncia em algum lugar não faz sentido, porque esse e-mail não é rastreável e minha conta no bitcoin também não. Eu não cometo erros, de modo que se eu descobrir que tentou fazer denúncia, esse vídeo será disparado para todos os seus contatos". A vítima fez Boletim de Ocorrência pela internet, que foi validado pela delegada Renata Yumi Ono. De acordo com ela "o golpe é antigo e os criminosos tentam mesmo extorquir as pessoas, mesmo as que não acessaram esse tipo de site. Por outro lado há casos em que os hackers verdadeiramente conseguem acesso ao computador da vítima e a imagens. Então é importante que se tome muito cuidado com os sites acessados". A reportagem consultou sites especializados em golpes pela internet e ações de hackers e a orientação é para que a vítima simplesmente apague o e-mail.

Notícias relevantes: