Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Músico Daniel Busanelli conquista alvará de soltura e sai da prisão

DA REDAÇÃO | 12/11/2018 | 14:30

O músico Daniel Busanelli, de 47 anos, conquistou um alvará de soltura e saiu da prisão após a audiência de de instrução, debate e julgamento, que se iniciou na última quinta-feira (8). Ele estava na cadeia devido a um mandado de prisão preventiva conquistado pela Delegacia de Defesa da Mulher após ser acusado de abusar sexualmente de uma menina de 11 anos em maio.

Durante as audiências de quinta e sexta-feira (9), oito testemunhas de defesa e três de acusação foram ouvidas. O caso está sendo julgado pela juíza Maria Cláudia Moutinho Ribeiro, da 1ª Vara Criminal. A audiência foi preliminar e ainda não há data para o julgamento, mas Busanelli permanecerá solto até que ocorra.

ENTENDA O CASO
No dia 27 de abril a menina de 11 anos contou para a mãe ter sido abusada no quarto da própria filha de Busanelli. Ela havia sido convidada pelo músico para dormir na residência, pois fariam uma “noite do hambúrguer”, e acabou violentada, segundo a própria vítima, nos dois dias em que ali permaneceu.

LEMBRE O CASO: MÚSICO JUNDIAIENSE É PRESO POR ESTUPRO DE CRIANÇA DE 11 ANOS

JUSTIÇA DECRETA PRISÃO PREVENTIVA DE DANIEL BUSANELLI

PRISÃO DE MÚSICO JUNDIAIENSE FEZ DENÚNCIAS DE ESTUPRO AUMENTAREM NA CIDADE

AUDIÊNCIA MARCA INÍCIO DE PROCESSO CONTRA BUSANELLI

Na ocasião foram colhidos os depoimentos dos pais da criança. A mãe apresentou três peças de roupas supostamente utilizadas pela criança na data dos fatos, as quais foram apreendidas e encaminhadas para perícia. Também foi requisitado ao Instituto Médico Legal (IML) o exame de constatação de conjunção carnal e outros atos libidinosos e duas cópias foram entregues aos responsáveis da vítima.

Diante dos fatos, equipe da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) cumpriu mandado de prisão temporária contra Daniel Busanelli em 16 de maio deste ano. Ele foi encaminhado para o Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista e, posteriormente, devido a ameaças, foi transferido a ex-cadeia pública de Itupeva. O crime é previsto pelo artigo 217-A do Código Penal e tem pena estimada de até 15 anos de reclusão a quem cometa “conjunção carnal” ou pratique “outro ato libidinoso com menor de 14 anos”.

DECORACAO DE NATAL NO CENTRODANIEL BUSANELLI


Link original: https://www.jj.com.br/policia/musico-daniel-busanelli-conquista-alvara-de-soltura-e-sai-da-prisao/
Desenvolvido por CIJUN