Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Número de assassinatos em 2019 bate recordes em Jundiaí

Fábio Estevam | 28/12/2019 | 08:00

Com 27 pessoas assassinadas até novembro, 2019 já é o terceiro ano com mais homicídios registrados em Jundiaí desde 2010 – o mais crítico dos últimos cinco anos. Até então, os anos mais violentos haviam sido 2014 (35 mortes) e 2013 (29 casos). Se comparado apenas ao ano passado, o aumento desse tipo de crime é de 145%, já que em 2018 foram registrados apenas 11 casos. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP), divulgados na última semana.

Com mais duas mortes já registrados neste mês (subindo para 29), e que ainda não foram computadas e divulgadas oficialmente, o ano também será encerrado como o segundo mais violento desde 2008.

 

Outros números

Em novembro, Jundiaí teve 392 furtos diversos (exceto de veículos), contra 371 em outubro. No acumulado dos onze meses, já são 4212 casos. O número de furtos de veículos em novembro bateu recorde, com o maior número de ocorrências no ano: 73 casos. Esse tipo de crime tem aumentado mês a mês desde fevereiro e já soma 588 casos.

Em contrapartida aos altos índices de furtos e homicídios, a quantidade de ocorrências de roubos diversos tem diminuído: novembro foi o mês que menos registrou crimes desse tipo em todo o ano, segundo a SSP, com 87 casos. Com relação a roubo de veículos, o mês também foi um dos mais tranquilos, com 29 casos. As ocorrências de roubo de carga também diminuíram em relação a outubro (que teve 16 casos, sendo o mais crítico do ano) para sete em novembro.


Link original: https://www.jj.com.br/policia/numero-de-assassinatos-em-2019-bate-recordes-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN