Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Ônibus é incendiado após prisão de traficante

| 30/04/2014 | 11:58

Após a prisão de um acusado de chefiar um ponto de tráfico do Jardim São Camilo, baleado durante a noite de segunda-feira (28) em operação da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) de Jundiaí que apreendeu mais de 11 kg de drogas, um ônibus foi incendiado e uma Unidade Básica de Saúde (UBS) no bairro permaneceu fechada durante toda a tarde dessa terça-feira (29).

Outros comércios no Jardim São Camilo chegaram a baixar as portas, mas reabriram no período da tarde. A UBS, no entanto, não voltou a atender, uma vez que funcionários já haviam sido dispensados no final da manhã, quando um boato surgiu dando conta de represália caso estabelecimentos locais não tivessem o funcionamento suspenso, segundo informou o comandante da Guarda Municipal de Jundiaí, José Roberto Ferraz.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que, devido à possibilidade de uma nova operação policial no bairro, a pasta decidiu interromper o trabalho do período para “resguardar a segurança da população que utiliza a UBS e também os funcionários públicos que atual nesta unidade”. Informou ainda que o atendimento seria normalizado hoje.

Operação
Apontado como integrante de uma facção criminosa que age dentro e fora dos presídios, Wellington Gomes da Silva, 26 anos, conhecido como “Irmão Bomba”, foi baleado no abdome e encaminhado ao Hospital São Vicente de Paulo, onde permanece internado, em estado grave, segundo a assessoria de imprensa da instituição. De acordo com a Dise, ele portava um revólver calibre 32 (com seis munições intactas e numeração raspada) e foi atingido com um único disparo após fazer menção de que sacaria a arma.

Além dele, outras seis pessoas foram detidas na ação e fariam parte da logística do ponto de tráfico (de vendedores a olheiros). Com eles, foram encontrados 145 tubetes de cocaína, 446 porções de haxixe, 307 pedras de crack, 73 porções de maconha e 14 frascos de lança-perfume, informou a Dise. Um usuário de drogas também foi abordado e liberado após prestar depoimento.

Ainda de acordo com a unidade especializada, duas equipes se dividiram durante a operação e permaneceram por cerca de meia hora em locais estratégicos, até flagrarem a dinâmica do tráfico, seus integrantes e o imóvel onde os 11 kg de cocaína estavam sendo guardados.

Ônibus
O ataque ao ônibus ocorreu por volta das 4h30, na rua Bahia, no Jardim Tarumã, que faz divisa com o São Camilo, e foi praticado por quatro homens ainda não identificados, sendo um deles armado, segundo a Polícia Militar. Condutor, cobrador e passageiros foram obrigados a desembarcar.

Em seguida, o bando espalhou combustível e ateou fogo no coletivo, que foi consumido completamente pelas chamas, que atingiram ainda a rede elétrica e uma residência onde funciona uma papelaria. Ainda segundo a PM, testemunhas informaram a ocorrência de disparos de arma para alto. Não houve feridos.

O fogo foi extinto pelo Corpo de Bombeiros e em seguida a Polícia Científica periciou o local, encontrando sete cartuchos deflagrados e um intacto, que foram apreendidos. A companhia de energia elétrica (CPFL) compareceu para realizar os reparos e a empresa de ônibus recolheu o coletivo com o guincho próprio.


Link original: https://www.jj.com.br/policia/onibus-e-incendiado-apos-prisao-de-traficante/
Desenvolvido por CIJUN