Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

PM precisa de doações para ajudar famílias carentes “afetadas” pela quarentena

Fábio Estevam | 01/04/2020 | 17:25

Policiais militares do 49ª Batalhão de Jundiaí iniciaram nesta semana a entrega de pelo menos 200 cestas básicas e 20 caixas de leite para famílias de Jundiaí que se cadastraram no programa Policia Militar na Corrente do Bem. O programa consiste em ajudar aqueles que dependem de ganhos diários para viver, mas que ficaram sem renda durante este período de quarentena por conta do coronavírus.

Com o cadastramento agora já finalizado, os PMs focam no trabalho para angariar mais doações para conseguir atender a todas as famílias cadastradas.

Apesar da grande repercussão do movimento e da grande quantidade de doações em apenas uma semana, de populares e empresários, a quantidade de doadores ainda é baixa. “Nós precisamos que mais pessoas nos ajude para não frustrar as famílias que já se cadastraram e aguardam ansiosas por esse alimento. Então estamos pedindo que as pessoas nos procurem e façam suas doações”, diz o soldado Cleon.

Durante a última semana, os PMs cadastraram 50 famílias para receberem as doações. A projeção é de que pelo menos 1,5 mil pessoas sejam ajudadas, já que algumas dessas famílias são mais populosas e acabam recebendo mais de uma cesta, como na casa de Solange Aparecida Modesto da Silva, de 55 anos. Ela, que sofre de problemas de saúde e não pode trabalhar, vive com o marido e mais uma pessoa. O marido, catador de recicláveis, é quem ganha o dinheiro do sustento da casa, no Jundiaí-Mirim, porém, por ser idoso e fazer parte do grupo de risco, ele não está trabalhando. Eles então foram a primeira família a receber a ajuda.

SERVIÇO
Quem puder doar é só entrar em contato através do link https://www.facebook.com/49bpmi/ ou pelo telefone (11) 4487-5000. A pessoa também pode acionar uma viatura que esteja passando na rua de sua casa e fazer a entrega da cesta.


Link original: https://www.jj.com.br/policia/pm-precisa-de-doacoes-para-ajudar-familias-carentes-afetadas-pela-quarentena/
Desenvolvido por CIJUN