Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Polícia apura autorização de juiz para abertura de bingo no Centro; local foi fechado

GERALDO DIAS NETTO | 14/08/2018 | 21:28

A Polícia Civil fechou na tarde desta terça-feira (14) um bingo instalado na região central de Jundiaí, em ponto de grande movimentação de carros e pessoas. Diversos equipamentos foram lacrados e as portas foram baixadas do imóvel, que está localizado na rua Zacarias de Góes e cujos responsáveis chegaram a apresentar uma autorização de funcionamento.

A ação foi realizada pelo 7º DP após inúmeras denúncias que chegaram à unidade, que apura, junto com o 1º DP, crimes cometidos na região central. Cerca de 100 jogadores foram encontrados no imóvel, em sua maioria idosas convidadas a entrar por funcionários parados na frente do estabelecimento, chamado “Espaço Central Eventos”. De acordo com o setor de investigações do 7º DP, pelo menos 30 funcionários trabalhavam no bingo no momento da chegada da polícia. Segundo o apurado, o espaço de jogos de azar estava funcionando desde anteontem, quando abriu as portas às 17h, após meses de reforma no prédio.

Bingo fechado em Jundiaí

Ontem, a abertura ocorreu às 14h, informou o 7º DP, mas as portas foram fechadas pouco tempo depois. Em seu interior, uma cópia autorizando o funcionamento foi entregue aos policiais, assinada por um juiz de São Paulo, permitindo a instalação da casa de jogos de azar, mas na Capital. Tal fato fez com que o 7º DP resolvesse fechar a casa e impedir qualquer tipo de jogatina até apuração mais detalhada do caso. Também foram apreendidos no local documentos comprovando que prêmios em dinheiro estavam sendo pagos aos apostadores, o que é proibido por lei.

Segundo a unidade da Polícia Civil, representantes chegaram a afirmar que as apostas tinham fins beneficentes. No entanto, a alegação não pôde ser comprovada. Dois funcionários e dois apostadores foram encaminhados ao 7º DP. Eles foram qualificados em um termo circunstanciado de ocorrência de “jogo de azar” e liberados. De acordo com a unidade, as investigações prosseguem agora para apurar a veracidade do documento judicial apresentado. O 7º DP também quer ouvir o proprietário do bingo, que seria um morador da Capital.


Leia mais sobre | | |
Link original: https://www.jj.com.br/policia/policia-apura-autorizacao-de-juiz-para-abertura-de-bingo-no-centro-local-foi-fechado/
Desenvolvido por CIJUN