Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Polícia Civil identifica acusados de sequestrar família em Itupeva

GERALDO DIAS NETTO | 19/06/2018 | 21:17

A Polícia Civil de Itupeva conseguiu na Justiça mandados de prisão para dois homens acusados de envolvimento no sequestro de uma família da cidade. Aproximadamente seis criminosos participaram da ação. O grupo rendeu os parentes em casa e os manteve em cativeiro por cerca de 12 horas. Pagamento de resgate foi feito após uma das vítimas ser obrigada a ir a uma agência bancária e retirar grande soma em dinheiro. O montante específico não foi divulgado pela polícia. Dos dois criminosos identificados, um foi capturado e o outro conseguiu fugir, provavelmente ao descobrir sobre a prisão do comparsa.

Responsável pelas investigações, o delegado-titular de Itupeva, Adalberto Ceolin, explicou que os dois acusados também têm envolvimento com o tráfico de drogas e um deles foi autuado em flagrante após inúmeros entorpecentes serem achados em sua casa, em Jundiaí, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão. Identificado como Jobson Samuel Barbosa Souza, ele também é dono de extensa ficha criminal – em sua maioria por roubo – e ficou preso por 15 anos, saindo da cadeia em fevereiro deste ano. No imóvel, foram achadas ainda duas armas de fogo e uma jaqueta pertencente a uma das vítimas do sequestro.

CLIQUE AQUI E VEJA OUTRAS NOTÍCIAS NO PLANTÃO POLICIAL

Segundo Ceolin, em depoimento, Souza confessou a participação no sequestro da família, dizendo que, dos criminosos envolvidos, conhecia apenas um, Vinicius Januário, morador de Louveira. Tal pessoa também seria dona de um Vectra usado no crime, veículo apreendido posteriormente pela Polícia Civil de Itupeva.

Foragido
Januário, explicou o delegado, também é dono de extensa ficha criminal e é considerado bastante perigoso pela polícia. Em seu carro, foram achadas diversas embalagens plásticas que seriam usadas, segundo o próprio comparsa, para fracionar os narcóticos achados na residência de Souza, detalhe que convenceu o setor de investigações da Delegacia de Louveira da participação do foragido no esquema de tráfico de drogas operado pelo conhecido preso.

Ceolin informou que Januário foi procurado em casa, mas não foi achado. Ali, uma espingarda de chumbinho foi apreendida, revelando as investigações ser a mesma arma usada para abordar a família sequestrada. Também foi encontrada uma carta de despedida trocada entre a mãe e o filho foragido. Além dos mandados de prisão temporária obtidos, o titular de Itupeva conseguiu que o Poder Judiciário decretasse a prisão preventiva dos dois acusados. A medida possibilita que os capturados permaneçam atrás das grades até a conclusão do processo criminal, que busca identificar o restante da quadrilha.DELEGACIA DE ITUPEVA


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/policia/policia-civil-identifica-acusados-de-sequestrar-familia-em-itupeva/
Desenvolvido por CIJUN