Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Polícia encontra R$ 3,3 milhões escondidos em caixas de papelão na Bandeirantes

GERALDO DIAS NETTO | 31/10/2018 | 06:00

Dois homens de Londrina, no Paraná, foram detidos em Jundiaí na manhã de ontem transportando em um veículo mais de R$ 3,3 milhões em dinheiro dentro de caixas de papelão. Eles foram abordados por policiais militares rodoviários no estacionamento de caminhões de um posto de serviços na rodovia dos Bandeirantes, na altura do km 56, região do bairro Gramadão.

De acordo com a PM, os ocupantes do veículo Kia Carens chamaram a atenção por circularem entre caminhões, suspeitando a equipe do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário), responsável pela detenção, de que pudesse se tratar de uma tentativa de roubo de carga, com retenção de motorista.

Para a surpresa dos policiais, os dois abordados não portavam objetos ilícitos durante revista pessoal, mas transportavam no automóvel, dentro do porta-malas, quatro caixas de papelão cheias de dinheiro vivo, em sua maioria, notas de R$ 100 e R$ 50, divididas em inúmeros pacotes.

Todo o dinheiro precisou ser levado a uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF) para ser contado, totalizado R$ 3.377.000,00. Em seguida, o caso foi apresentado na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí, que registrou um boletim de ocorrência de “recurso paralelo à contabilidade”.

Investigação
De acordo com os policiais Gigio e Júlio, da equipe Apolo 3, da DIG, os dois detidos alegaram que estavam no local a serviço de uma empresa da capital paulista, cujo nome “não se recordavam”. Alegaram ainda que o dinheiro seria entregue a um caminhoneiro, a pedido da suposta empresa, e que não sabiam o motivo, acreditando a polícia que fossem adquirir com o montante apreendido alguma carga ilícita.

Eles também não disseram quem seria o motorista que procuravam ou as características do caminhão. A alegação reforçou a hipótese da DIG de que ambos não queriam que a polícia descobrisse o tipo de carga que seria adquirida com a quantia milionária, explicou o investigador-chefe Almir de Oliveira, da equipe do delegado Luís Carlos Duarte.

Segundo o policial, trata-se, em tese, de um crime contra o sistema financeiro nacional e, por isso, os dois homens foram autuados em flagrante. Por determinação do delegado Carlos Eduardo Barbosa Soares, assistente da DIG, eles foram recolhidos ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Jundiaí para aguardar decisão da Justiça.

Já o montante foi depositado na agência da CEF. Identificados como Gabriel da Cruz Januário, de 24 anos, e João de Jesus Izzo, de 55, os custodiados também tiveram o veículo removido ao pátio de uma empresa de guincho.

T_dinheiro


Link original: https://www.jj.com.br/policia/policia-encontra-r-33-milhoes-escondidos-em-caixas-de-papelao-na-bandeirantes/
Desenvolvido por CIJUN