Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Polícia investiga mulheres que furtam idosos no Centro usando o “boa noite cinderela”

Fábio Estevam | 22/02/2020 | 06:00

Investigadores de polícia do 1º DP de Jundiaí estão atrás de duas mulheres que estão introduzindo uma mistura química conhecida por “boa noite cinderela” na bebida de idosos em bares no Centro de Jundiaí. Com a vítima entorpecida pela droga elas furtam dinheiro, principalmente cartões de banco, para fazer compras nas lojas do Centro. Alguns casos já foram registrados nos últimos dois meses e a suspeita é de que mais pessoas possam ter sido vítimas, mas que não registraram Boletim de Ocorrência. As suspeitas da polícia é de que se tratam de duas prostitutas.

O Jornal de Jundiaí conversou com uma das vítimas de caso ocorrido na tarde do dia 6 de dezembro. Ele, que é morador no Jardim Itália, contou que parou em um no Centro e foi abordado por duas mulheres que pediram para se sentar ao lado dele e partilhar da cerveja que ele estava bebendo. “Eu na verdade nem tive tempo de dizer sim ou não, elas já foram sentando e puxando conversa”, disse ele.

E completa. “Dali por diante lembro pouca coisa. Lembro de estar entrando no Terminal Central e não faço ideia de como parei em casa”, disse o idoso que não quis se identificar.

A vítima comentou que só foi voltar ao estado de lucidez no dia seguinte, quando acordou no sofá de sua casa. “As portas estavam todas abertas. Não sei como entrei. Meu vizinho me contou que pelas câmeras de circuito ele me viu chegar e que demorei muito a abrir o portão”, disse.

 

Segundo a vítima, quando colocou as mãos no bolso notou que estava sem carteira e sem celular. “No meu bolso tinha um bilhete com um alerta que dizia para eu ter cuidado e trocar as senhas da minha conta. Provavelmente elas me levaram até um banco e alguém percebeu o que estava acontecendo e tentou me ajudar. Fui constatar naquele dia que, além de saques, havia pagamentos feitos com meus cartões e compras altas em lojas de eletrônicos no Centro”.

A vítima mais recente, um morador do bairro Engordadouro, de 68 anos, caiu na lábia das criminosas por volta das 14 horas do dia 4 deste mês, mas o caso só foi registrado por ele no Plantão Policial quatro dias depois. Ele contou que havia acabado de desembarcar do ônibus quando encontrou um amigo, que lhe chamou para tomar uma cerveja. As duas mulheres se aproximaram e pediram um pouco de cerveja. “Depois disso já não lembro de mais nada”, disse ele em depoimento.

O idoso acordou no Hospital São Vicente sem saber como foi e por quem foi conduzido até lá. Foi então que, ao recuperar a consciência, ele notou que havia tido carteira com documentos furtados, além de R$ 1600. Ao consultar sua agência bancária soube que havia sofrido prejuízo também de mais R$ 1400, totalizando R$ 3 mil em prejuízo.

INVESTIGAÇÃO
O setor de investigação do 1º DP está investigando esses casos e espera que mais pessoas que foram vítimas também possam registrar a ocorrência. Nos dois casos citados as características citadas das duas mulheres são as mesmas. “Existe a suspeita de que são duas prostitutas, mas isso ainda está sendo investigado. Nós já estamos atuando para descobrir quem são essas mulheres criminosas”, comentou o delegado do 1º DP Antônio Dota Junior.


Link original: https://www.jj.com.br/policia/policia-investiga-mulheres-que-furtam-idosos-no-centro-usando-o-boa-noite-cinderela/
Desenvolvido por CIJUN