Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Policiais são presos por cobrarem para não fazer blitz em estabelecimento

DA REDAÇÃO | 05/05/2019 | 14:41

Dois policiais rodoviários e um outro homem foram presos durante um flagrante de suborno em Jundiaí, na madrugada desse sábado, dia 4. Eles cobravam dinheiro de empresários, donos de uma casa noturna da cidade, para não fazer blitz com os motoristas que deixavam o local.

A Corregedoria da Polícia Militar de São Paulo chegou ao sargento e ao soldado da Polícia Rodoviária Estadual após uma denúncia. O valor cobrado seria R$ 300 por semana. Segundo as informações, foi gravada uma conversa entre o proprietário da casa noturna e o sargento, que pediu o valor semanal e combinou que um vigilante iria até o local para receber. Uma blitz já teria sido realizada em frente à casa noturna no sábado anterior. Na semana seguinte, os donos da casa receberam mensagens pelo celular para combinar o pagamento.

Um homem que chegou para pegar o dinheiro em nome dos policiais disse que passaria semanalmente para receber e entregou o valor aos dois, que estavam na viatura, em frente ao estabelecimento. Os corregedores, então, fizeram a prisão dos três em flagrante. Todos prestaram depoimento à Corregedoria e foi aberto um inquérito para apurar o caso.


Link original: https://www.jj.com.br/policia/policiais-sao-presos-por-cobrarem-para-nao-fazer-blitz-em-estabelecimento/
Desenvolvido por CIJUN