Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Presos após troca de tiros com a PM confessam que iriam roubar eletrônicos

Fábio Estevam | 14/07/2020 | 16:52

Dois integrantes de uma quadrilha de roubo de cargas foram presos por policiais militares depois de perseguição e troca de tiros, que começou na Vila Comercial e terminou na rodovia João Cereser, em Jundiaí, na madrugada desta terça-feira (14). Um deles foi baleado na altura do peito e socorrido ao Hospital São Vicente. Eles confessaram que se preparavam para roubar a carga de um caminhão das Casas Bahia ou Magazine Luíza. Nenhum policial foi atingido.

O Comando de Força Patrulha (CFP) reuniu PMs da 1ª e 2ª Cia do 11º Batalhão para patrulhamento com vista a uma possível tentativa de roubo de carga na região da Vila Comercial. Enquanto rondavam as imediações do bairro, outras ficaram em pontos estratégicos em saídas da cidade. E foi dessa forma organizada que obtiveram êxito em prender dois dos quatro bandidos.

As equipes já possuíam informações dos locais e características dos veículos utilizados para esse tipo de crime. Na Vila Comercial, algumas equipes se depararam com o veículo Tracker, na cor preta, estacionado de forma suspeita e com indivíduos em seu interior. Ao serem abordados, os criminosos saíram em alta velocidade acessando a rodovia Anhanguera.

As outras viaturas foram avisadas e, além da perseguição, houve também um cerco. Os bandidos chegaram a acessar a rodovia João Cereser, onde acabaram batendo em uma mureta. Três deles saíram atirando, sendo que dois conseguiram fugir para a comunidade da Meias Aço. Um deles foi baleado e socorrido ao hospital, onde está sob escolta de PMs. O outro foi preso dentro do carro.

O preso já possui passagens por ocorrências semelhantes, estando envolvido em roubos de carga e a residência. Com ele foi localizado um revólver, marca Rossi, calibre 38, com cinco munições e mais dez munições no bolso da jaqueta. Quando questionado, confessou que o bando iria roubar a carga de um caminhão das Casas Bahia ou da Magazine Luíza. Disse ainda que eles já tinham um comprador para toda a mercadoria e que o valor da venda seria dividido entre os quatro.

Após consulta do veículo usado por eles, verificou-se que se tratava de um dublê, sendo que suas placas originais estavam em seu interior e constava como produto de roubo em data anterior.

Diante dos fatos a ocorrência foi encaminhada ao 2° DP de Jundiaí, onde foi elaborado por BO de receptação, resistência, formação de quadrilha e porte ilegal de arma. O veículo foi restituído ao proprietário e o indivíduo permaneceu à disposição da Justiça.

Participaram da ocorrência: soldados De Lima, Bruna Jéssica e Douglas (Viatura I-11207) e 2° tenente Marcelo e soldados Bruno Dias e Pontes,  (Viatura I-11004), No apoio estiveram Subtenebte Bedani
e cabo Monteiro (Comando de Grupo Patrulha – CGP-2), cabo Oliveira e soldado Serafim (viatura I-11213), cabo Caetano e soldado Tucunduva (Viatura I-11123), e soldados Petinati e Ludilanne (Viatura I-11122).


Link original: https://www.jj.com.br/policia/presos-apos-troca-de-tiros-com-a-pm-confessam-que-iriam-roubar-eletronicos/
Desenvolvido por CIJUN