Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Quatro PMs e outros nove suspeitos de tráfico são presos pelo Gaeco

Fábio Estevam | 14/02/2020 | 20:26

Três policiais militares do 49º Batalhão de Jundiaí foram presos na manhã desta sexta-feira (14) por envolvimento com o tráfico de drogas, associação para o tráfico, corrupção e organização criminosa e, consequentemente com a facção criminosa que comanda o tráfico e os presídios do Estado de São Paulo. As prisões ocorreram por meio de duas operações deflagradas pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), braço do Ministério Público (MP). Todos tinham mandados de prisão decretados pela Justiça contra eles. Pesava contra um outro PM um mandado de busca e de apreensão na mesma operação. Com ele foi encontrado três armas irregulares e por isso ele foi preso. Além dos policiais, outras nove pessoas foram presas no Jardim São Camilo e Tamoio por meio da ‘Operação São Camilo’, entre elas, uma mulher. Em Várzea Paulista por meio da ‘Operação VP’.

Cerca de 300 policiais em dezenas de viaturas chegaram em Jundiaí por volta das 6 horas para darem início ao cumprimento de 31 mandados de busca e apreensão e 14 mandados de prisão temporárias, dos quais três foram de PMs. Pelo menos um deles, segundo apurou a reportagem, foi preso em seu apartamento em um condomínio no Jardim do Lago, em Jundiaí. Os outros policiais presos por cumprimento de mandado são moradores em Jundiaí, Várzea Paulista e Campo Limpo Paulista e são integrantes da Força Tática do Batalhão e participavam ativamente do tráfico.

A reportagem também apurou que, dentre outras formas de atuação, eles trabalhavam como informantes dos traficantes quanto as operações policiais e de patrulhamento de outras viaturas, comprometendo o trabalho dos colegas de farda. Além disso, eles recebiam grandes valores em dinheiro para escoltar a chegada de drogas na cidade. Todos foram encaminhados ao presídio Romão Gomes, na Vila Albertina, em São Paulo, onde vão permanecer presos durante a sequência das investigações.

Trabalho
As investigações duraram dois anos, segundo o Gaeco, e desvendaram as atividades de pessoas que se associaram para o tráfico de drogas na cidade de Várzea Paulista e no bairro São Camilo contando com a participação dos agentes públicos para o êxito das atividades criminosas. As ordens judiciais para os cumprimentos dos mandados foram emitidas pelo juízo da 1.ª Vara Criminal da Comarca de Jundiaí (Operação São Camilo) e da 1.ª Vara Judicial da Comarca de Várzea Paulista (Operação VP).

Os outros nove presos foram apresentados na Delegacia Seccional de Jundiaí, onde ocorreu o encontro de grande parte das viaturas e motos após os cumprimentos de mandados. Os trabalhos de elaborações das ocorrências duraram mais de três horas. No período da tarde viaturas da Guarda Municipal de Jundiaí foram solicitadas para o transporte dos presos até o Centro de Detenção Provisória (CDP).

Durante a operação também foram feitas apreensão de entorpecentes, já que um dos que eram alvos da operação foi preso em flagrante com grande quantidade de drogas.

Durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão foram recolhidos celulares, que serão usados para cruzar informações de mensagens e também ligações feitas entre todos os suspeitos.

 

 


Link original: https://www.jj.com.br/policia/quatro-pms-e-outros-nove-suspeitos-de-trafico-sao-presos-pelo-gaeco/
Desenvolvido por CIJUN