Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Sete empresas são fiscalizadas pela operação Combustão II em Jundiaí

REDAÇÃO | 03/12/2018 | 17:50

Sete empresas de Jundiaí estão sendo investigadas pela Secretaria Estadual da Fazenda, que deflagrou, nesta segunda-feira (3), a segunda fase da operação Combustão, que fiscaliza práticas ilegais no comércio de óleo diesel. Foram expedidos 16 mandados de busca e apreensão e oito de prisão no interior de São Paulo. Não foram divulgados os nomes das empresas da cidade nem a natureza das investigações realizadas aqui.

As empresas fiscalizadas terão até 30 dias para cumprirem as notificações entregues pelos agentes da secretaria ou por meio de DEC (Domicílio Eletrônico do Contribuinte). Aquelas empresas que não conseguirem comprovar as operações envolvendo a venda e compra de óleo diesel, estarão sujeitas à cobrança do imposto mais juros e multa.

Ao todo, 287 transportadores são fiscalizadas, incluindo unidades nas regiões de Sorocaba e Jundiaí, Itapetininga, Bauru e Marília, e Rio Preto e Araçatuba. Os locais vistoriados teriam ligação com os postos combustíveis alvos da primeira fase da ação, que teve início em julho de 2018.

O Fisco identificou que 90 postos poderiam estar simulando operações envolvendo a venda de diesel, o que teria causado um prejuízo de R$ 200 milhões. O esquema, segundo o Estado, seria feito a partir da emissão de notas que não correspondiam às operações feitas, simulando a venda do combustível. Na primeira fase do trabalho, 50 postos de combustíveis tiveram a inscrição estadual cassada.

Foto: Reprodução/G1

Foto: Reprodução/G1


Link original: https://www.jj.com.br/policia/sete-empresas-sao-fiscalizadas-pela-operacao-combustao-ii-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN