Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Trio é preso pela PM após ataque a caminhoneiros

GERALDO DIAS NETTO | 10/07/2018 | 22:05

Policiais militares do 11º Batalhão de Jundiaí prenderam em Itupeva, nesta terça-feira (10), três homens acusados de atacar caminhoneiros e disparar contra um deles que tentou escapar. O trio confessou aos PMs o crime e foi reconhecido pelo motorista. De acordo com a Polícia Militar, informações vindas do 190 deram conta de uma tentativa de roubo praticada por três homens, que ocupavam um Monza preto, contra um caminhoneiro na rodovia Akzo Nobel. Uma ação foi montada para localizar os criminosos que, por não conseguirem parar o motorista, teriam atacado outro caminhoneiro, desta vez disparando duas vezes contra o para-brisa do utilitário, que transportava uma carga de eletrodoméstico.

Sem ser atingida, explicou a PM, a vítima conseguiu pedir ajuda a um pedestre, que ligou para o 190, mobilizando diversas equipes para procurar os criminosos, incluindo policiais que faziam patrulhamento no Centro de Jundiaí. De acordo com o capitão Augusto José Martinelli, o encontro do trio ocorreu na avenida Emilio Chechinato, tendo os três ocupantes do Monza confessado os dois ataques aos caminhoneiros, além dos disparos dados no para-brisa de um dos veículos. Um dos tiros, conforme percebido no caminhão, não chegou a quebrar o para-brisa, mas atingiria o motorista caso tivesse atravessado o vidro, já que a marca indicou que foi dado na mesma direção da vítima, explicou o tenente Iuri, responsável por coordenar a ação, com apoio do cabo Pondian.

CLIQUE AQUI E VEJA OUTRAS NOTÍCIAS NO PLANTÃO POLICIAL

Informalmente, os três homens confessaram o crime e foram levados à delegacia de Itupeva, onde também foram reconhecidos pelo motorista. Com eles, nenhuma arma foi encontrada, já que a teriam jogado antes de serem abordados pelos policiais militares. Os três também mudaram a versão e decidiram negar o crime ao delegado Luciano Carneiro, de Cabreúva, que respondia ontem no lugar do delegado titular, Adalberto Ceolin, e determinou a instauração de um inquérito policial para apurar o caso com detalhes. À reportagem, a autoridade policial informou que também autorizou exame residuográfico nas mãos dos três detidos. Dos quatro homens levados à delegacia, três deles já registrava antecedentes criminais, incluindo o próprio caminhoneiro. Todos devem prestar depoimento em breve na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí, que deve auxiliar na apuração do caso.

Números
Pelo menos nove roubos de carga foram registrados em Itupeva de janeiro a maio deste ano, de acordo com estatísticas da Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo. A quantidade é 200% maior que a verificada no mesmo período do ano passado, que somou apenas três casos, ainda segundo os números da SSP, que é responsável pelas estatísticas criminais de todo o Estado de São Paulo. Dos roubos de carga no período deste ano, três foram registrados em março. Já os meses de fevereiro e abril tiveram dois casos cada, com um boletim de ocorrência em janeiro e outro e maio.

T_WhatsApp Image 2018-07-10 at 17.36.32


Leia mais sobre | | | |
Link original: https://www.jj.com.br/policia/trio-e-preso-pela-pm-apos-ataque-a-caminhoneiros/
Desenvolvido por CIJUN