Política

Duas impugnações em Campo Limpo e mais no Pela Ordem


Foto: Rui Carlos
Crédito: Reprodução/Internet

Em Campo Limpo Paulista, o juiz eleitoral Marcel Nai Kai Lee indeferiu as candidaturas de dois candidatos a prefeito: Sargento Rafael Pereira de Souza e sua vice, Elaine Rueda, ambos de PSB, e do doutor Edson Vicente Cruz (Cidadania). Para ambos, o motivo foi falta de documentos obrigatórios. O sargente Rafael já entrou com recurso, informando que houve dificuldade na entrega por conta da pandemia da covid-19.

 

Ex-prefeita de Cajamar barrada

O juiz eleitoral de Cajamar, Ricardo Venturini Brosco, barrou a candidatura da ex-prefeita do município, Dalete de Oliveira e seu vice, Anésio de Campos, ambos do Partido Verde. No despacho, o magistrado explica que a candidata deixou de apresentar documentos exigidos pela lei conhecida como "Ficha Limpa", o que resultou no indeferimento da candidatura, que já foi registrado no Divulgacand, do TSE.

Marcão tem recurso negado

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) negou ontem (21) o recurso que pedia o efeito suspensivo da cassação ao prefeito de Itupeva, Marcão Marchi (PSD), em ação que o acusa de uso abusivo de meio de comunicação. O processo refere-se à campanha das eleições passadas, em 2016, quando Marchi se elegeu para seu primeiro mandato. A decisão dos desembargadores foi unânime.

Campanha para a reeleição segue

A despeito da decisão judicial do Tribunal Regional Eleitoral em negar o efeito suspensivo de cassação, a assessoria do prefeito Marcão Marchi esclarece que ele continuará no exercício de suas funções administrativas e segue normalmente a candidatura e a campanha eleitoral 2020, na qual o prefeito concorre à reeleição. Seu registro foi devidamente deferido e transitado em julgado.

MIGUEL HADDAD FAZ ARTICULAÇÃO

O ex-deputado federal Miguel Haddad (PSDB) tem sido um grande articulador de candidaturas na Região. Embora sem mandato, Miguel não para de viajar pelas cidades para dar apoio ao PSDB e partidos coligados. Os tucanos têm um projeto regional para além do AUJ (Aglomerado Urbano de Jundiaí) e querem ampliar a participação do PSDB no estado.

Senado aprova Kassio no STF

O Senado aprovou ontem (21), por 57 votos a favor e 10 contra, a indicação do desembargador Kassio Nunes Marques, 48, para se tornar ministro do STF (Supremo Tribunal Federal). Ele assumirá a vaga do decano Celso de Mello, que se aposentou neste mês. Primeiro indicado presidente Jair Bolsonaro ao Supremo, Kassio é desembargador do TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região).


Notícias relevantes: