Política

Governo lança Esocial simples e Mais no pela Ordem


Carolina Antunes/PR
(Brasília - DF, 28/09/2020) Palavras do Presidente da República Jair Bolsonaro. Foto: Carolina Antunes/PR
Crédito: Carolina Antunes/PR

O governo federal lançou nesta quinta-feira (22) um formulário simplificado para o eSocial, plataforma de registro de informações para o cumprimento de obrigações trabalhistas, tributárias e previdenciárias. Segundo o Ministério da Economia, as mudanças no formulário simplificam o preenchimento de informações. A pasta diz que o novo formato não prejudica a manutenção das informações.

 

Discussão sobre a água em Várzea

Devido à má qualidade da água e dos serviços prestados, a Câmara de Várzea realizou esta semana uma audiência pública aberta com responsáveis pela Sabesp e representantes do abastecimento de água no município para discutir os problemas enfrentados pela população. Vários bairros da cidade estão sofrendo com a água amarelada que está saindo das torneiras no município desde o início de outubro.

'Atuação do STF 'na vanguarda'

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, defendeu que a Corte está na vanguarda das cortes constitucionais do mundo por já ter julgado diversas questões sensíveis ligadas à pandemia do novo coronavírus. Em seminário virtual, Fux apresentou ontem (22) a publicação em inglês de uma coletânea com julgamentos do STF ligados à pandemia, que podem servir de "balizas interpretativas" para outras cortes.

Trump divulga entrevista

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, cumpriu sua ameaça e divulgou ontem (22) a entrevista gravada para o programa "60 Minutos" antes de ela ir ao ar na televisão americana. A entrevista foi feita na segunda-feira (19) e Trump afirmou no dia seguinte que estava considerando "furar" o programa e publicar a entrevista "para que todos possam vislumbrar como ela foi falsa".

'Um manda e o outro obedece'

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou ontem (22) em uma transmissão ao vivo ao lado do presidente Jair Bolsonaro que "é simples assim: um manda e o outro obedece". Na quarta-feira (21), o presidente desautorizou o ministro, ao mandar cancelar o protocolo de intenções de compra de 46 milhões de doses da vacina CoronaVac, anunciado no dia anterior por Pazuello em reunião.

Justiça cassa Lindbergh Farias

A 23ª Promotoria Eleitoral do Rio acolheu um pedido do Ministério Público Eleitoral e cassou a candidatura de Lindbergh Farias (PT) para o cargo de vereador. O ex-senador pode recorrer. No pedido de cassação, o MP cita a suspensão de direitos políticos de Lindbergh Farias em dezembro de 2019. Na época, o ex-senador foi condenado por lesão ao patrimônio público e enriquecimento ilícito.


Notícias relevantes: