Política

Geórgia vai recontar votos locais


O secretário de Estado da Geórgia, Brad Raffensperger, afirmou, nesta sexta-feira (6), que será feita uma recontagem dos votos locais para a eleição presidencial dos Estados Unidos devido à margem estreita entre os candidatos.

No estado, Joe Biden aparecia à frente de Donald Trump por apenas 1.602 votos no fim da tarde desta sexta. Pela manhã do mesmo dia, o governo disse que faltava contar cerca de 4.000 cédulas, a maior parte delas de voto pelo correio.

No entanto, o estado ainda espera receber votos vindos do exterior, como de militares. Essas cédulas serão incluídas na apuração desde que tenham sido postadas no correio até terça (3) e sejam recebidas até esta sexta, em horário comercial. O número de cédulas que ainda podem chegar não foi estimado.

Há também outro lote de votos que aguardam validação, como no caso de eleitores que não levaram os documentos certos no dia da eleição, registraram o voto de modo provisório e se comprometeram a voltar nos dias seguintes para resolver a pendência.

Trump manteve a liderança durante a maior parte da apuração na Geórgia, e chegou a declarar vitória no estado poucas horas após o fechamento das urnas na terça.

(Das agências)


Notícias relevantes: