Política

Itamaraty e Agricultura unidos


Apesar de diversas polêmicas dentro do próprio governo, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) exaltou nesta quinta-feira (12) a importância de o Brasil fazer comércio com países "sem viés ideológico" e afirmou que o Itamaraty e o Ministério da Agricultura falam "a mesma língua" com relação ao agronegócio.

O presidente deu as declarações durante a abertura do 39º Enaex (Encontro Nacional de Comércio Exterior), promovido pela Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB). Na ocasião, o mandatário também afirmou que é preciso ficar atento à concorrência no agronegócio, "que fará de tudo para conter a nossa participação no mercado internacional."

Embora Bolsonaro tenha pregado o afinamento do discurso em seu governo, desde o ano passado, a ministra Tereza Cristina (Agricultura) e representantes importantes do setor agrícola travam embates com o ministro Ernesto Araújo (Relações Exteriores), justamente porque atitudes e discursos do chanceler de caráter ideológico geram atritos com os principais importadores de mercadoria brasileira no mundo.

Uma das principais rusgas diz respeito à postura do Brasil em relação à China, principal comprador de commodities brasileiras.

Nesta quinta, Bolsonaro fez questão de ressaltar a importância de manter aliança com parceiros estrangeiros e defendeu o desenvolvimento sustentável da Amazônia.

"A expansão do comércio exterior brasileiro desempenha papel fundamental nesse processo. O comércio com o mundo todo, sem viés ideológico, é um elemento chave para integrar o país na economia mundial", afirmou o presidente. (FP)


Notícias relevantes: