Política

LFM destaca apoio do Rio Acima; veja no Pela Ordem


alexandre martins
Ao lado dos filhos e do pai, Luiz Fernando discursou no Paço Municipal
Crédito: alexandre martins

Durante discurso prévio, que o atual prefeito de Jundiaí fez aos apoiadores que aguardavam o resultado oficial das urnas, Luiz Fernando Machado afirmou que havia uma apuração paralela das urnas nos colégios eleitorais do município. No pronunciamento, Luiz Fernando destacou o apoio que obteve, segundo a apuração extraoficial, no bairro Rio Acima, no qual ele afirma ter tido mais de 80% dos votos. (N.S)

 

Tatto declara apoio a Boulos

Candidato do PT na eleição para a Prefeitura de São Paulo, Jilmar Tatto publicou, ainda na noite de ontem (15), uma mensagem em seu Twitter parabenizando Guilherme Boulos (PSOL) pelo resultado no primeiro turno da votação. Até o momento, com mais de 99,67% das urnas apuradas, o psolista avançou para o segundo turno atrás de Bruno Covas (PSDB).

Estanislau Steck é eleito em Louveira

Eleito para o executivo de Louveira, Estanislau Steck recebeu 65,14% dos votos válidos. Agora, o prefeito eleito pensa em mudanças, principalmente na área da saúde e do saneamento. "A gestão está entregando a primeira represa de Louveira, já vamos buscar a segunda e a terceira. Quando tivermos a três, estaremos bem de qualidade hídrica", disse ele em entrevista à Rádio Difusora. (N.S)

Russomanno culpa verba

Pela terceira vez fora do segundo turno em uma campanha para prefeito de São Paulo, o deputado Celso Russomanno (Republicanos) reafirmou sua fidelidade ao presidente Jair Bolsonaro, a quem eximiu de culpa pelo resultado. Em pronunciamento na sede do Republicanos em São Paulo, ele defendeu a adoção de voto impresso no Brasil e atribuiu sua derrota à falta de verba na campanha.

PSDB é o grande vencedor na Região

O PSDB conseguiu se fortalecer em toda a Região, com prefeitos eleitos em Várzea Paulista, Campo Limpo Paulista e Cabreúva, mais partidos aliados em toda a Região. O partido se esforçou na estratégia regional - em vista às futuras eleições e consolidação de um plano partidário. Um dos grandes articuladores foi o ex-deputado federal Miguel Haddad (PSDB).

Nomes fortes ficam de fora

Wagner Ligabó (Cidadania) fez 3.212 votos, Mariana Janeiro (PT) teve 2.918 e Henrique Parra (PSOL) com 4.256 tiveram ótimos números individualmente, mas não estarão na Câmara de Jundiaí no próximo ano, pois seus respectivos partidos não atingiram o coeficiente necessário para 'fazer' uma cadeira de vereador. Adílson (Juninho) (PP), com 2.073 votos e Coronel Facchini (PL), que fez 2.037 foram os dois suplentes melhores colocados.


Notícias relevantes: