Política

Fraudes no Rio chegam a R$ 50 mi


O empresário Edson Torres afirmou ontem ao Tribunal Misto, que julga o processo de impeachment contra o governador afastado do Rio, Wilson Witzel (PSC), que o total pago em propinas na área da saúde entre 2019 e 2020 supera R$ 50 milhões. Ele admitiu que recebia parte dos valores pagos por OSs (Organizações Sociais) que mantinham contratos com a administração pública do estado.


Notícias relevantes: