Política

Baleia Rossi é alvo da Lava Jato

As suspeitas estão relacionadas às delações premiadas de dois grupos empresariais: J&F (holding controladora da JBS, dos irmãos Joesley e Wesley Batista) e Odebrecht.


Divulgação
Baleia Rossi
Crédito: Divulgação

Candidato a presidente da Câmara dos Deputados, apoiado por Maia e opositor do presidente Jair Bolsonaro, o deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP) é investigado pela Operação Lava Jato na Justiça Eleitoral de São Paulo.

Um inquérito em tramitação na 1ª Zona Eleitoral da capital paulista apura se Baleia foi beneficiário de recursos ilícitos nas campanhas de 2010 e 2014, quando concorreu, respectivamente, aos mandatos de deputado estadual e federal.

As suspeitas estão relacionadas às delações premiadas de dois grupos empresariais: J&F (holding controladora da JBS, dos irmãos Joesley e Wesley Batista) e Odebrecht.

Os dois casos foram reunidos no ano passado em um único inquérito, que integra um conjunto de investigações sob a responsabilidade do que se convencionou chamar Lava Jato Eleitoral. A apuração é sigilosa.

Por meio de assessoria de imprensa, Baleia negou o recebimento de valores ilícitos dos dois grupos empresariais e qualquer envolvimento em irregularidades.

A eleição ao comando da Câmara ocorre na próxima segunda-feira (1º). Baleia tem o apoio do atual presidente, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e mede forças na disputa com Arthur Lira (PP-AL), esse com apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O caso de 2010 é desdobramento de um dos anexos da colaboração firmada pelo grupo J&F com a PGR (Procuradoria Geral da República) em 2017. (FP)

 


Notícias relevantes: