Política

Jundiaí segue o governo do estado e decreta Fase Laranja

Plano SP Bares só poderão funcionar para entregas e restaurantes devem fechar às 20h; nos finais de semana, Fase Vermelha


A Prefeitura de Jundiaí publicou, na tarde de ontem (26), o decreto municipal que estabelece a volta para a Fase Laranja do Plano São Paulo no município, seguindo as orientações do governo do estado de São Paulo. As novas regras já estão valendo.

Sendo assim, os bares da cidade somente poderão manter os serviços de entrega (delivery), drive thru e takeaway (retirada no local). Já os restaurantes e similares poderão funcionar por 8 horas diárias, entre 6h e 20h, com capacidade reduzida de 40% e atendimento somente para clientes sentados.

Além disso, o município ainda decreta a Fase Vermelha - e mais restritiva do plano - entre 20h e 6h nos dias da semana e aos sábados, domingos e feriados, durante todo o dia, até 7 de fevereiro de 2021.

Ficam vedados ainda os shows e eventos de qualquer natureza, inclusive privados, que gerem aglomeração de pessoas, sob pena de cassação do alvará de licença e funcionamento do local, e comunicação às autoridades competentes para apuração de eventual prática de crime contra a saúde pública.

Já sabendo das medidas tomadas pelo governador João Doria (PSDB), proprietários de bares e restaurantes de Jundiaí fizeram uma carreata na tarde de segunda-feira (22) em Jundiaí com o objetivo pedir às autoridades locais ajuda para negociar junto ao governo estadual a flexibilização de funcionamento para o setor. A ação aconteceu após reunião com gestores de várias secretarias no Paço Municipal.

Os proprietários não ficaram satisfeitos com a restrição de horários de funcionamento estabelecida após a reclassificação do Plano SP, anunciada na última sexta-feira (22).

Educação

Também fica decretado que as aulas presenciais na rede pública municipal de ensino retornarão em 1º de fevereiro de 2021, de forma gradual e escalonada, a critério da administração pública, que fará avaliações periódicas observando as especificidades locais e as diretrizes fixadas para a área da educação dentro do Plano São Paulo.

As escolas poderão desenvolver atividades híbridas, presenciais e on-line, por meio de tecnologias digitais e caberá à Unidade de Gestão de Educação a expedição de instrução normativa com as especificações pedagógicas, escalonamento dos servidores, organização dos próprios públicos, conservação e limpeza dos ambientes escolares, treinamento e vivência dos protocolos de saúde do município, e outros temas que forem necessários para viabilizar o funcionamento das unidades escolares na forma deste artigo, de acordo com a realidade epidemiológica de cada região, observando os protocolos sanitários. Grupos de turistas só terão acesso à cidade após preencherem formulário.


Notícias relevantes: