Política

Vereadores realizam 1ª sessão e analisam vetos do Executivo


Divulgação
A Câmara de Jundiaí volta hoje (2) com a rotina das sessões ordinárias
Crédito: Divulgação

Em recesso desde o dia 1º de dezembro, quando o orçamento anual para o exercício de 2021 foi aprovado, a Câmara de Jundiaí retoma hoje (2) a rotina de sessões ordinárias. Por conta da pandemia da covid-19, os encontros continuam a ser realizados no período da manhã, com início às 9h e sem a presença do público.

Na pauta estão dois vetos do prefeito Luiz Fernando Machado (PSDB), a respeito de projetos de lei que foram aprovados pelo Legislativo ainda no ano passado. O primeiro deles veta totalmente o projeto de lei do então vereador Cristiano Lopes (PP), que dispõe sobre serviços de limpeza pública, para prever prazo de no máximo 24 horas para a remoção de animais mortos de pequeno porte.

Já o segundo projeto de lei vetado totalmente pelo Executivo municipal é de autoria do vereador Arnaldo Ferreira de Moraes (DEM), que autoriza compra, comercialização e aplicação de vacinas por farmácias. O projeto foi aprovado já durante a pandemia do novo coronavírus.

Também entrará em votação o projeto de lei que institui a "Campanha de Conscientização Sobre os Malefícios Causados Pelo Uso de Fogos de Artifício com Efeitos Sonoros". Durante o último final de semana, jundiaienses relataram o uso indevido de fogos com estampido. Leia mais na página 5 (Cidades).

O presidente da Câmara de Jundiaí, Faouaz Taha (PSDB), convocou para antes do início da sessão, às 8h30, uma sessão extraordinária para definir a composição das Comissões Permanentes para o biênio 2021-2022.

50 anos

Neste ano de 2021, o prédio da Câmara de Jundiaí completa 50 anos de vida. Em 30 de janeiro de 1971, em meio à sua 6ª Legislatura, a Câmara de Jundiaí se instalava em sua sede própria, através de um ato solene presidido pelo então presidente do Legislativo, vereador Carlos Ungaro e com a presença de Walmor Barbosa Martins, que ocupava o cargo de prefeito.

(Angelo Santi)


Notícias relevantes: