Política

Retorno às aulas em Jundiaí vira referência nacional

NOVIDADE Com a presença do secretário estadual de Educação, Rossieli Soares, crianças têm aula a céu aberto no Mundo das Crianças


divulgação
Luiz Fernando Machado recebe o secretário estadual Rossieli Soares para a aula inaugural da rede municipal
Crédito: divulgação

A volta às aulas em Jundiaí, durante a pandemia, virou referência nacional por incentivar o desemparedamento das salas de aula e inovar, levando os alunos para espaços a céu aberto. Nesta segunda-feira (1), durante a aula inaugural, o prefeito Luiz Fernando Machado (PSDB) recebeu o secretário estadual de Educação, Rossieli Soares, no Mundo das Crianças, espaço que será utilizado como sala de aula.

Com a garantia de execução de todos os protocolos contra a covid-19, os alunos foram divididos em grupos para diversas estações de aprendizagem. Ao ar livre, as crianças estavam soltas e curiosas sobre o espaço. Luiz Fernando afirmou que o projeto é inovador e que tem recebido atenção nacional e internacional. "É uma nova concepção de educação, levando o contato da criança com a natureza e tirando aprendizado desta experiência."

O secretário Rossieli acabou se estendendo ao horário de agenda, para ver todas as estações do programa. "São Paulo tem que solucionar seu sistema educacional, mudando sua plataforma de ensino e levando conhecimento ao desenvolvimento socioemocional dos estudantes."

Para o retorno estadual, o governo de São Paulo ofereceu subsídio de R$ 2 mil aos professores para a aquisição de equipamentos e distribuiu 500 mil chips de celulares a estudantes de baixa renda.

Além do Mundo das Crianças, diferentes Complexos Esportivos de Jundiaí receberão crianças da rede municipal, em um total de 31 escolas. Unidades que contam com espaços abertos e arborizados aplicarão o desemparedamento em sua própria área. Ao todo, a cidade tem 108 escolas municipais.

O retorno presencial não é obrigatório. As aulas serão oferecidas no formato híbrido (on-line e presenciais), com limite de até 35% de alunos em cada escola, duas horas e meia de permanência por dia e monitoramento diário dos índices epidemiológicos. Para o acesso à alimentação, as famílias terão a opção de levar os filhos todos os dias para a escola. Professores e outros profissionais terão acesso a todos os equipamentos necessários para proteção na escola.

Por enquanto, o Mundo das Crianças está fechado ao público em geral até o recuo das fases do Plano SP. Atualmente, Jundiaí está na Fase Laranja e restrições da Fase Vermelha aos finais de semana.


Notícias relevantes: