Política

O desafio da educação no estado


A pandemia recrudesceu o baixo desempenho da educação nacional e colocou água nos planos do governo do estado de São Paulo, com mudanças de currículo (que já se iniciaram para o Ensino Médio) e novas plataformas de educação.

Segundo o secretário de educação do estado de São Paulo, Rossieli Soares, a pasta já estava defasada antes mesmo do coronavírus. "É preciso investir em novos modelos socioeducacionais, para nos tirar de todo o prejuízo que já vinha antes da pandemia. O coronavírus só diminuiu a velocidade do projeto."

O secretário é defensor das escolas em tempo integral e contra a municipalização do ensino até o 9º ano sem antes passar pela totalização da rede integral.

Rossieli também confirma a defasagem na inclusão social de pessoas com deficiência nas escolas estaduais e afirma que está estudando novas formas para que haja apoio multissetorial neste apoio. (A.G.)


Notícias relevantes: