Política

Câmara de Jundiaí discute aprovação de contas da Prefeitura

Serão votadas as contas da Prefeitura de Jundiaí do exercício de 2018, referentes ao mandato do prefeito Luiz Fernando Machado (PSDB)


DIVULGAÇÃO
Apenas Rogério e Faouaz estiveram presentes no Plenário da Câmara
Crédito: DIVULGAÇÃO

A Câmara de Jundiaí vota hoje (9) a aprovação das contas da Prefeitura de Jundiaí do exercício de 2018, referentes ao segundo ano do primeiro mandato do prefeito Luiz Fernando Machado (PSDB). A Comissão de Finanças do Legislativo municipal já analisou o texto e deu parecer favorável ao projeto de lei, que deve ser aprovado.

Também entrará em votação uma proposta de alteração À Lei Complementar Municipal, que regula o Fundo Municipal de Conservação da Qualidade Ambiental, para prever premiação em dinheiro por informações ao disque-denúncia que auxiliem nas investigações policiais sobre queimadas na Região.

Segurança

O presidente da Câmara de Jundiaí Faouaz Taha (PSDB), e o vereador Rogério Ricardo (DEM), se reuniram com o comandante do 49º Batalhão da Polícia Militar, Ten. Cel. PM Malco Basílio, para discutir reivindicações da população sobre a segurança no município.

Os vereadores questionaram o comandante sobre ações contra os chamados "pancadões", que perturbam o sossego de vizinhanças na cidade. Malco explicou que essas ações necessitam também de uma atuação conjunta com a Gestão de Trânsito e a Guarda Municipal, para agirem juntos na fiscalização dessas práticas, que são proibidas em Jundiaí.

Os parlamentares também apontaram os problemas envolvendo motoqueiros que causam incômodo com o barulho dos escapamentos de suas motos, gerando muitas reclamações de moradores de diversas regiões da cidade, que não conseguem dormir por conta da perturbação.

O tenente-coronel revelou que já foram apreendidas mais de 4000 motos desde agosto de 2020, através da "Operação Cavalo de Aço", que está atuando fortemente no município, e que as denúncias da população são muito importantes no combate a essas questões, tanto dos pancadões como dos motoqueiros, auxiliando no trabalho da polícia para atuar contra esses problemas.

(Da redação)

 


Notícias relevantes: