Política

Gestores seguem com reuniões


Nesta segunda-feira (8), foi realizada reunião com as Plataformas de Educação e Cultura e Saúde e Qualidade de Vida, que englobam as unidades de gestão de Educação, de Cultura, de Promoção da Saúde e de Esporte de Lazer. A reunião, coordenada pelo gestor de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi, tem por objetivo monitorar as obras e projetos em andamento e que devem ser entregues em 2021.

STF quer definição de ordem

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski determinou nesta segunda-feira (8) que o governo defina uma ordem de preferência, entre os grupos prioritários, para orientar a vacinação contra a covid-19. Segundo o ministro, essa ordem deve seguir critérios científicos. Lewandowski apontou ainda que faltam "parâmetros aptos" para orientar a gestão da vacinação.

Bolsonaro nega trocas

O presidente Jair Bolsonaro negou nesta segunda-feira (8) que haverá uma reforma ministerial em seu governo e, ao citar a "responsabilidade" do centrão, destacou que não é hora de fazer trocas. Em entrevista, Bolsonaro reclamou de ver notícias publicadas na imprensa de que o centrão e outros partidos querem tirar militares que ocupam o primeiro escalão do governo. "Isso não existe nem está negociado", afirmou.

Doria convida Maia para o PSDB

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), confirmou nesta segunda-feira (8) o convite feito ao ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), para se filiar ao PSDB. "Será uma honra para o PSDB ter o Rodrigo Maia e Rodrigo Garcia nas fileiras do PSDB, dadas as circunstâncias atuais do partido que eles ajudaram a formar, a fundar e a fortalecer", disse.

STF deve validar acesso a dados

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal deverá validar hoje (9) a legalidade do compartilhamento de dados da Operação Spoofing com a defesa do ex-presidente Lula. Essa operação da Polícia Federal apreendeu e atestou a autenticidade mediante perícia de mensagens de Telegram trocadas entre integrantes da Lava Jato. Entre as informações estão conversas do Moro com procuradores.

Onyx assume a Secretaria-Geral

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou nesta segunda-feira (8) que o ministro Onyx Lorenzoni será deslocado nas próximas semanas do comando da Cidadania para a Secretaria-Geral da Presidência. Em entrevista, o presidente disse que a alteração é a única mudança que ele pretende fazer neste momento na Esplanada dos Ministérios e que não prepara uma reforma ministerial.


Notícias relevantes: