Política

Bruno Covas tem novo nódulo no fígado e inicia quimioterapia

Segundo os médicos do hospital Sírio Libanês, ele ficará internado até sábado (20).


Divulgação
Covas foi extubado na noite desta segunda-feira (3)
Crédito: Divulgação

O prefeito de São Paulo Bruno Covas (PSDB) foi submetido nesta quarta-feira (17) a novos exames de imagem que detectaram a presença de um novo nódulo no fígado. Com isso, iniciou a quimioterapia nesta quarta, segundo boletim do hospital Sírio Libanês, onde ele faz o tratamento.

Covas foi internado no hospital nesta terça-feira (16), dentro da rotina de tratamento para exames de controle do câncer que ele enfrenta na região da cárdia, transição entre estômago e esôfago.

Segundo o hospital, apesar do novo nódulo detectado, o prefeito está “clinicamente bem disposto, alimentando-se bem e recuperando peso após período de radioterapia”.

“Os exames de imagem realizados nesta 4ª feira, 17/02, evidenciaram sucesso da radioterapia no controle dos linfonodos, próximos ao estômago. Foi detectado também o surgimento de um novo nódulo no fígado, cuja presença enseja ajuste no tratamento. A imunoterapia será interrompida e um novo protocolo de quimioterapia convencional terá início”, disse o boletim médico.

Segundo os médicos que cuidam do prefeito, inicialmente estão prescritas quatro novas sessões de 48 horas da quimioterapia, com intervalos de 14 dias entre cada uma e novos exames de imagem para controle serão realizados ao final deste ciclo.


"O prefeito iniciou a quimioterapia na tarde desta 4ª feira, 17/02, e deverá ficar internado até sábado”, informou o Sírio Libanês. Ele está sendo acompanhado pelas equipes coordenadas pelos médicos David Uip, Roberto Kalil Filho, Artur Katz, Tulio Eduardo Flesch Pfiffer e João Luiz Fernandes da Silva (radioterapia).


Notícias relevantes: