Política

SP anuncia auxílio-desemprego

Valor da bolsa subirá para R$ 450 em até cinco parcelas, a partir de 1º de maio


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou ontem (22) uma modificação no programa Frente de Trabalho, com o aumento do valor da bolsa para R$ 450 em até cinco parcelas, beneficiando 70 mil trabalhadores a partir de 1º de maio.

A ampliação faz parte de um conjunto de duas iniciativas de auxílio que têm como contrapartida a qualificação profissional dos inscritos. No caso do programa Frente de Trabalho, reformulado agora para Bolsa-Trabalho, serão oferecidas 70 mil bolsas-auxílio e qualificação online para a população desempregada do estado.

As principais mudanças na proposta são o aumento do auxílio, de R$ 330 para R$ 450 por até cinco meses e a possibilidade de órgãos públicos, como prefeituras, ampliarem as bolsas. Também está prevista a inclusão de novos serviços de trabalho, como a contratação de mães e pais para atuar nas escolas, apoiando na retomada das aulas.

Os bolsistas irão realizar, ainda, curso de qualificação profissional on-line do Via Rápida Virtual. As aulas serão ministradas pelo Centro Paula Souza e pela Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo).

Os cursos serão autoinstrucionais nas áreas de atendimento, vendas e gestão e terão duração de pelo menos 60 horas. As prefeituras poderão oferecer laboratório de computador e tutor para apoiar os beneficiários, diz o governo estadual. (FP)

 


Notícias relevantes: